DA REDAÇÃO: Na Bahia, colheitas de algodão se aproximam do fim com preços abaixo do mínimo

Publicado em 03/09/2014 14:32 e atualizado em 03/09/2014 17:27 136 exibições
Algodão: Colheita em Barreiras (BA) está em fase de finalização e devem ser encerradas até o próximo dia 15 de setembro. Produtividade ficou acima do esperado e tem animado os produtores, apesar das negociações estarem abaixo dos preços mínimos. O custo de produção teve aumento significativo, principalmente pelos ataques da lagarta Helicoverpa.

Produtores de Barreiras (BA) comemoram bom desempenho da safra de algodão, que se aproxima do fim das colheitas. O vice-presidente da Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), João Carlos Jacobsen, conta que apesar de não ser uma supersafra a rentabilidade surpreendeu muitos produtores, que estão otimistas com a colheita.

Por outro lado, os custos de produção tiveram um grande reajuste nas últimas safras, principalmente pela grande incidência de pragas, como a lagarta Helicoverpa. Jacobsen explica que apesar do ataque da lagarta, os produtores se anteciparam no controle, reduzindo os prejuízos que tiverem nas safras anteriores.

Outro problema que os produtores têm enfrentado são os preços que estão abaixo dos valores mínimos estipulados pelo Governo Federal. Segundo o vice-presidente, já foi comprovado que os valores negociados não cobrem os custos de produção e nos próximos dias deverá ser anunciado leilões de Pepro para auxiliar. Grande parte da safra já foi negociada, mas ainda será necessário este incentivo para balisar os preços.

Por:
Kellen Severo // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário