DA REDAÇÃO: Cruzamento do angus com o nelore traz maior rentabilidade e qualidade

Publicado em 08/09/2014 13:57 e atualizado em 08/09/2014 16:07 227 exibições
Boi: Demanda por carne Angus é bastante crescente no país e as expectativas são de alta para os preços. No Brasil, o cruzamento de animais das raças Angus e Nelore tem produzido uma carne diferenciada e com pagamento superior nos frigoríficos. No sul do país, produto chega a ser 10% mais caro em relação ao valor dos animais com certificação da carne de Angus.

O cruzamento do angus com o nelore é uma realidade na pecuária brasileira que oferece um melhor desempenho a campo para o animal e uma qualidade de carne diferenciada, combinados com um pagamento superior pela qualidade dos animais no frigorífico.

De acordo com Fábio Medeiros, gerente do Programa Carne Angus Certificada, os ganhos pelo animal ganham um acréscimo de até 10% na Região Sul. No Centro-Oeste, a remuneração é de R$1 a mais por arroba.

A raça angus rendeu 3 milhões e 400 mil doses de sêmen no ano passado, o que representa 45% de todo o sêmen vendido no Brasil.

A procura pela raça, portanto, está aquecida. O gerente diz a todos que querem produzir para aproveitar a demanda e a tendência altista.

Por:
João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário