DA REDAÇÃO: Café – Mercado registrou baixa de mil pontos na sessão de ontem, mas recupera ganhos

Publicado em 11/09/2014 14:53 e atualizado em 11/09/2014 15:28 758 exibições
Café: Perdas de mais de mil pontos na Bolsa de Nova Iorque na última quarta-feira (10) foram impulsionadas por acontecimentos de curto prazo, com algumas especulações, por exemplo, de que a seca no sudeste do Brasil não tivesse sido tão intensa. Mercado tenta recuperar parte das baixas e opera com bons ganhos na sessão desta quinta-feira (11) em NY.

O café é única commodity que registra alta no dia de hoje devolvendo ganhos da sessão anterior que fechou em queda de mais de mil pontos em seus principais contratos. De acordo com o analista de mercado do Escritório Carvalhaes, Eduardo Carvalhaes, diversos fatores influenciaram a baixa desta quarta-feira (10).

“Alguns acontecimentos de curto prazo acabaram levando essa baixa, primeiro o término do inverno e os embarques brasileiros de julho e agosto, que foram mias altos em relação ao mesmo período do ano passado. Mas se você abrir os números vai perceber que eles cresceram no conilon, com 173% de aumento, enquanto o embarque de arábica só cresceu 4,2%”, disse.

Ainda de acordo com o analista, especulações que chegam à Nova York dão conta que a seca pode não ter sido tão representativa, o que também faz com que os preços caiam na Bolsa. “Voltou aquele discurso de que a seca não foi tão séria, que os estragos não são tão grandes e isso contribuiu para a baixa”, afirmou.

Carvalhaes também acredita que o mercado deve manter a tendência de oscilação nos próximos dias e que a safra 2015/16 passou a ser a chave do mercado. “Os agrônomos falam que ela foi bastante atingida e continua sendo com a seca”, disse o analista em entrevista ao programa Mercado & Cia, apresentado por João Batista Olivi.

Por:
João Batista Olivi // Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário