Safra 2014/15: Sorriso tem 90% da área de soja colhida e com produtividade média de 56 sacas/hectare

Publicado em 11/03/2015 10:42 e atualizado em 11/03/2015 14:12
689 exibições
Safra 2014/15: Em Sorriso/MT, 90% da área da soja já está colhida e produtividade tem média de 56 scs/ha; abaixo das projeções iniciais. Colheita transparece a irregularidade da temporada. Área de milho safrinha será de 17 a 20% menor no município e com menos investimento. Sorriso tem preços de R$ 53,00 para a soja a de R$ 15,00 a R$ 16,00 para o milho.

Em Sorriso (MT), 90% da área da soja já esta colhida, com produtividade na média de 56 sacas por hectare, uma média equivalente à produção do ano passado, no entanto, abaixo das 60 sacas/ha esperado para este ano.

Segundo Laércio Pedro Lenz, presidente do sindicato rural, por conta do "veraneio que aconteceu em janeiro - atingindo muito propriedades - algumas lavouras fecharam com médias abaixo das 50 scs/ha e, em outras regiões onde as chuvas foram dentro da expectativa, fecharam acima das 60 sacas", explicando como foram calculadas as médias.

Com isso, a safra 2014/2015 sofreu com muitas irregularidades, gerando produtividades diferentes para a mesma região. "Quem foi agraciado com duas chuvas pegou uma produtividade muito boa, e onde ficou até 30 dias com sol ela caiu bastante. Isso significa que o produtor está investido, fazendo a coisa certa e se o clima ajudar as produtividades serão muito boas", considera Lenz.

Com a colheita da soja quase em sua totalidade, os produtores agora começam a se preocupar com o cultivo do milho safrinha. Lenz conta que alguns produtores ainda estão plantando milho "muito fora da janela ideal de plantio, causando uma redução de 17 a 20% de área cultiva em função do atraso no plantio de soja - que aconteceu depois do dia 20 de outubro", afirma.

Além disso, o atraso e redução de área no cultivo da safrinha geraram diminuição de investimentos, haja vista que os produtores - que plantaram mais tarde - trocaram suas sementes de alta tecnologia por médias ou baixas tecnologias, "justamente por conta do risco de clima, porque precisamos de chuva até pelo menos o mês de maio", explicou.

Contudo, outra preocupação do agricultor é a incidência de pragas, já que no ano passado os produtores não esperavam um grande volume de pragas e houveram muitas perdas. "O milho resistente que era para segurar a praga e agora não está mais segurando, então neste ano o produtor já está mais preparado com aplicações preventivas", declara.

Preços

Em Sorriso (MT), preço da soja está a R$ 53,00 e o milho sendo comercializado entre R$ 15,00 a R$ 16,00. Preços, especialmente no caso do milho, que tem levado os produtores a comercializar seus produtos "travando pelo menos a parte dos custos, que é o mais importante", explica Laércio.

Segundo ele, os preços praticados na soja e no milho remuneram o produtor, mesmo com o aumento de custos - especialmente adubos e fertilizantes elevados pelo dólar - neste ano. "O que não dá é descasar a moeda, dever dólar e fechar reais, ou o contrário, porque é muito perigoso, fora isso os preços estão bons", explica.

Por: Carla Mendes e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário