EXCLUSIVO: Qualquer crise internacional pode derrubar os preços das commodities repentinamente, afirma analista

Publicado em 12/11/2010 13:52 e atualizado em 12/11/2010 17:49
642 exibições

 

Antes de o governo da China anunciar nesta madrugada medidas para controlar a inflação no país, o analista da RC Consultores, Fábio Silveira, não acreditava no estouro da bolha de commodities engatilhada pelas informações do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) sobre estoques e produção de grãos no mundo do início da semana.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Segundo ele, o movimento de alta iniciado entre junho e julho deste ano, após o Leste Europeu e a Rússia sofrerem perdas em suas safras por causa da estiagem, valorizou o mercado de commodities agrícolas como um todo provocou uma liquidez no mercado internacional, onde investidores sem opções migraram para o mercado futuro das agrícolas, empurrando os preços para cima. No Brasil, a alta acompanhou todo esse movimento e melhorou os preços internos.

 

Porém, Silveira lembra que, como pouco antes da crise em 2008, o mercado respondia com preços altíssimos até acontecer o problema imobiliário norte-americano, o que ocasionou uma queda drástica aos valores das commodities agrícolas em Chicago. Portanto, o analista alerta que mesmo em patamares mais elevados, qualquer movimento ou notícia baixista pode despencar com os patamares atuais de preços.

Por: João Batista Olivi e Juliana Ibanhes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário