EXCLUSIVO: Mercado de suínos segue tendência baixista, mesmo com a redução de insumos em fevereiro

Publicado em 25/02/2011 13:23 e atualizado em 25/02/2011 15:01 560 exibições
Suínos: apesar da redução no custo dos insumos em fevereiro, preços pagos ao produtor caem ainda mais e poder de troca fica comprometido.

O mercado do suíno vivo segue com a pressão baixista registradas nos últimos meses, ainda que a intensidade das quedas tenham diminuido nesta semana, principalmente nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Apesar das quedas dos insumos em fevereiro, principalmente do milho e farelo de soja, o poder do troca fica comprometido. "Apesar da redução dos insumos o preço do suíno tem caído mais ainda", explica a analista de mercado de suínos do Cepea, Camila Ortelan.

Segundo ela, o motivo das baixas é um reflexo da demanda interna é externa fraca, o que força as indústrias a interferirem nos preços do suíno.
No mercado externo, a exportação fora de ritmo causou um excedente de oferta, ocasionando ainda mais pressão aos preços.


A expectativa é que após o carnaval o mercado se recupere. "A melhora não deve ser tão intensa, mas pelo menos agora que os preços já apresentam uma maior estabilidade, já deve haver uma melhora depois do carnaval."

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário