EXCLUSIVO: Demanda por carne bovina segue enfraquecida; oferta de animais pode aumentar com seca nos próximos 15 dias

Publicado em 15/06/2011 13:08 e atualizado em 15/06/2011 15:47 647 exibições
Boi: período seco nos próximos 15 dias pode obrigar pecuarista a desovar restante do rebanho e aumentar oferta de animais terminados. Demanda por carne continua fraca e deve piorar na segunda quinzena do mês.

Mercado do boi gordo segue frouxo. A queda das temperaturas continua prejudicando as condições das pastagens, ocasionando o constante aumento de oferta no mercado, apesar de o volume não ser grande.


A desvalorização no mercado físico também influencia as cotações futuras. Apesar de uma leve recuparação das cotações da BM&F hoje em relação ao último fechamento, os preços ainda seguem desvalorizados. A especialista em mercado pecuário da XP Investimentos, Lygia Pimentel, conta que a valorização entre safra e entressafra é uma das menores da história, levando em consideração os preços do mercado físico e futuro.  O valor do boi para outubro, segue hoje em torno de R$ 100,90/@, valor considerado bastante baixo para entressafra. "Esse mercado futuro é o mais pessimista da história", reforça.


No mercado físico, os altos preços da carne vermelha e a concorrência com outros tipos de proteína mais baratas impedem a reação da demanda, que hoje é o principal fator de pressão do mercado. Nos próximos quinze dias, a previsão é de que haja uma seca mais severa,  o que pode obrigar o pecuarista a desovar o restante do rebanho e aumentar oferta de animais terminados. Por outro lado, a demanda deve ficar enfraquecida na segunda quinzena do mês, deixando o mercado ainda mais frouxo. 

 

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário