EXCLUSIVO: Acompanhando o mercado financeiro, sojicultor adianta sua comercialização no futuro

Publicado em 21/06/2011 13:37 e atualizado em 21/06/2011 14:59 658 exibições
Soja: grão opera em alta na CBOT, com previsão de chuvas para os próximos dias que impedem o término do plantio nos Estados Unidos. No Brasil, já são quase 70% desta safra comercializada e produtor de olho no seu lucro futuro.

O dia é de recuperação na Bolsa de Chicago para os grãos que sobem acima de dígitos nesta terça-feira. A previsão para fortes chuvas nos próximos 10 dias impede o término do plantio da soja e pode prejudicar o desenvolvimento do milho nos Estados Unidos. Apesar da crise financeira na Europa, especialmente na Grécia, o risco climático ainda ameaça a safra norte-americano, em momento de estoques mundiais extremamente baixos para atender a demanda.

No Brasil, a Agência Safras e Mercado realizou um levantamento apontando que 68% da safra 2010/11 já está comercializada, porcentagem considerada acima da normalidade. Segundo o analista responsável pela pesquisa, Flávio França Junior, valor aponta para o perfil de um produto cada vez mais preparado a pontuar suas vendas nos picos de alta, a fim de tirar margens maiores de lucro.

Além de vendas escalonadas, é possível perceber que o sojicultor brasileiro está fazendo sua conta e já antecipou a compra dos insumos da próxima safra de verão, principalmente o fertilizante que carrega o ônus da volatilidade do dólar. Assim, ele reforça sua relação de troca para fazer novamente uma venda antecipada.

Ainda de acordo com o levantamento, França adianta que 9% da soja que ainda será plantada na próxima temporada (2011/12) já está comercializada.

Por:
João Batista Olivi e Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário