EXCLUSIVO: Soja se recupera em Chicago com previsão de chuvas nos Estados Unidos

Publicado em 21/06/2011 17:21 e atualizado em 21/06/2011 18:15 499 exibições
Soja: grãos encerram a terça-feira com ganhos de até 2 dígitos em Chicago. Previsão de chuvas para as lavouras norte-americanas e calma no mercado financeiro puxaram a alta. Clima pode garantir novas altas para a soja.

Após a queda do mercado dos grãos nos últimos dias, os preços reagiram nesta terça-feira e encerraram com alta de até dois dígitos em Chicago. Após noticiar previsão de chuvas para os próximos 10 dias no cinturão de grãos norte-americano, os grãos sentem a entrada do mercado climático que pode influenciar muito o desenvolvimento das lavouras. Ainda hoje, o mercado financeiro se acalmou com a possibilidade de recuperação da economia grega.

Segundo Marcelo Bartholomeu, consultor da FCStone em Campinas, explica que ao olhar os mapas climáticos de longo prazo para o desenvolvimento das lavouras, há expectativa de que alta nas temperaturas e novamente a incerteza climática põe em risco a produção de soja e milho dos Estados Unidos em momento que os estoques mundiais estão apertadíssimos.

Assim, o consultor acredita que apesar da forte volatilidade nos preços daqui para frente, o mercado da oleaginosa não deve romper o piso de US$ 13,50/bushell, mas sim, voltar a subir e romper os US$ 14,00/bushell.

O ânimo dos mercados nesta terça-feira também foi influenciado pela alta do petróleo em Nova Iorque e a queda do dólar frente a outras moedas globais.

Bartholomeu ainda alerta atenção para com os próximos relatórios do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), de olho na oferta e possível volta da demanda para as cotações encontrarem o equilíbrio em novos patamares.

Por:
Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário