DA REDAÇÃO: Perdas na safrinha por conta das geadas no centro-sul do Brasil sustentam os preços do milho

Publicado em 04/07/2011 14:18 e atualizado em 04/07/2011 18:36 543 exibições
Milho: perdas na safrinha por conta das geadas no centro-sul do Brasil mantém o quadro de oferta enxuto no Brasil e preços sustentados. Patamar continua em R$ 30,00/sc, base Campinas, para dar renda ao comprador interno.

As temporadas de estiagem em Mato Grosso e as recentes geadas no sul e sudeste do Brasil reduziram o potencial produtivo da safra de inverno do milho, hoje estimado em cerca de 19 milhões de toneladas diante das 22 milhões de toneladas previstas anteriomente.

De acordo com o analista da Céleres Consultoria, Anderson Galvão, as perdas da produção ocorridas em função das condições climáticas adversas contribuíram para enxugar a oferta interna, mantendo os preços sustentados."Isso mantém os preços mais enxutos no Brasil. Qualquer tanto  que se exportar a mais no decorrer de 2011 contribui para secar o mercado", comenta. Com o aumento de plantio nos Estados Unidos e os baixos preços praticados por lá, tudo indica que a pressão vinda das exportações pode não ocorrer.

Para o segundo semestre, os preços para o centro- sul do país devem se manter firmes nos patamares de R$ 30,00 por saca, base Campinas. "É um patamar de preço que está no limiar para o produtor de aves e suínos. Um preço acima disso aí, principalmente para o produtor independente, prejudica bastante sua atividade", comenta.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário