DA REDAÇÃO: Preços da mandioca seguem sustentados em função da falta da raiz com mais de um ciclo no mercado

Publicado em 11/07/2011 11:56 e atualizado em 11/07/2011 17:23 368 exibições
Mandioca: oferta de raiz recua e deve sustentar preços. Se demanda por fécula aumentar, cotações tendem a continuar subindo até o início da próxima safra, em setembro.
A diminuição da oferta de mandioca vem impulsionando os preços da raiz. O volume ofertado neste ano já é 17% inferior em relação ao mesmo período do ano passado. No último fechamento, os patamares de preços  avançaram e o valor pago pela tonelada foi de R$ 193,54, um acréscimo de 2% em relação a semana do dia 1º.

De acordo com o pesquisador do Cepea, Fábio Isaías Felipe, um dos principais fatores que justificam o déficit da oferta é a falta de disponibilidade da mandioca com mais de um ciclo neste ano, com o menor plantio em períodos anteriores. " Somado a este fator há os problemas climáticos e uma certa restrição dos agricultores, visto que estão com expectativa de preços mais altos, então passam a se retrair", comenta.

De acordo com o pesquisador, o volume de oferta deve mudar pouco até o final do ano e, se demanda por fécula aumentar, as cotações tendem a continuar subindo até o início da próxima safra, em meados setembro. "Aí pode ocorrer uma ligeira pressão sobre os preços, mas, ainda muitos próximos aos atuais, renumerando a atividade", acredita.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário