DA REDAÇÃO: Preços do feijão carioca e preto se mantém estáveis

Publicado em 12/07/2011 11:58 e atualizado em 12/07/2011 15:38 545 exibições
Feijão: preços devem ser pressionados com entrada de feijão carioca de qualidade da 3ª safra. No caso do feijão preto, mesmo com menor oferta interna, em função de problemas com geadas no sul do país, preços não reagem. Produto chinês impede alta.
A terceira safra do feijão carioca está sendo finalizada e o preço da saca demonstra estabilidade. Esta semana, o grão está sendo cotado, no mercado atacadista, em média a R$ 124. No mês passado, a variação ficou entre R$ 115 e R$ 130. Já o feijão preto vale em torno de R$ 87, mantendo-se há dois meses nesse mesmo patamar.

Embora os produtores do tipo preto no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina tenham perdido bastante com a geada, não houve reação nos preços. A possibilidade de uma oferta menor no mercado, devido ao feijão colhido apresentar qualidade inferior, foi estabilizada pela importação, que está suprindo o mercado.

Já a explicação para os atuais preços do feijão carioca, considerados altos pelo analista da Safras & Mercado, Eduardo Aquiles, foi a falta de feijão de melhor qualidade. Mas, a expectativa é que esse preço apresente um ligeiro recuo nas próximas semanas. “Com a chegada da nova safra, o mercado vai estar bem abastecido, o que vai estabilizar os preços”, afirma.  

Por:
Aleksander Horta e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário