DA REDAÇÃO: Oferta de boi tem leve melhora porém mercado continua firme

Publicado em 11/08/2011 13:44 e atualizado em 12/08/2011 11:08 474 exibições
Boi Gordo: futuro recua na BM&F nesta quinta-feira, refletindo melhor oferta no físico. Escalas esticam para até 5 dias nos frigoríficos que conseguem bons lotes de gado do confinamento. Mercado interno assegura firmeza do mercado ante exportação enfraquecida.
Mercado do boi gordo se mantém sustentado mesmo com ligeiro aumento na oferta de animais de confinamento. Em São Paulo, os preços da arroba seguem estáveis e as escalas de frigoríficos maiores já estão um pouco mais alongadas, atendendo em média até 5 dias, já que trabalham com maior volume de confinados e de boi a termo.

"Hoje está mais fácil comprar animal em São Paulo do que no Mato Grosso do Sul que é uma praça que geralmente abastece os frigoríficos paulistas", comenta o analista de mercado da Scot Consultoria, Alex Santos Lopes.

Já mercado futuro opera com recuo nesta quinta-feira. Para o analista, as quedas refletem um movimento de realização de lucros dos agentes de mercado, sob a influência da melhor oferta no cenário físico.

Na próxima semana, espera-se um melhor posicionamento da demanda, que tende a ficar um pouco mais retraída com a diminuição natural do consumo na segunda quinzena do mês.  Se houver recuo da procura por carnes, os preços no varejo podem sofrer reajustes negativos, influenciando também os valores no atacado bem como os preços da arroba. "Mas, deve ser um movimento sazonal mesmo", acredita.  

A oferta de animais não deve aumentar no curto prazo, portanto, o mercado tende a permanecer sustentado. A previsão para o segundo semestre é de preços firmes.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário