DA REDAÇÃO: Oferta de bois para abate já sinaliza leve retração

Publicado em 23/08/2011 12:53 e atualizado em 23/08/2011 15:11 553 exibições
Boi: oferta de animais de confinamento reduz e dão firmeza aos preços. Ainda essa semana, pode haver uma recuperação nas cotações, com frigoríficos tentando garantir estoques para a semana de volta às compras do atacado.
Mercado do boi gordo segue sem grandes alterações na maior parte das praças pecuárias nesta terça-feira. A estabilidade se dá com a movimentação lenta no mercado de carnes e a diminuição gradativa da oferta de animais para abate. De acordo com o analista da Scot Consultoria, Alex Santos Lopes, é mesmo a menor oferta de boiadas que tem regulado o mercado hoje.

Desta forma, a pressão de baixa por parte dos frigoríficos já começa a perder força. Em São Paulo, já existem frigoríficos comprando a R$102,00/@, a prazo.

O mercado futuro também já reflete a situação do cenário físico. O vencimento outubro da BM&F, já volta aos patamares dos R$104,50/@, indicando que o volume de oferta de confinamento não deve ser suficiente para atender a demanda na entressafra. O analista diz que os  atuais preços futuros podem ser interessante para o hedge "Mas, é preciso fazer as contas sempre", alerta.

Ainda nesta semana, pode haver uma recuperação nas cotações, com os frigoríficos tentando garantir estoques para a semana de volta às compras do atacado.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário