DA REDAÇÃO: Presidente da Comissão de Justiça no Senado aprova consolidação de pequenos e médio agricultores em APPs

Publicado em 31/08/2011 14:13 e atualizado em 31/08/2011 18:49 310 exibições
Fetag apóia a permanência dos pequenos e médios agricultores nas áreas de APP sem necessidade de recomposição da propriedade por questão de sobrevivência dos trabalhadores na atividade agrícola.

Em Fórum especial sobre sustentabilidade na 34ª Expointer, em Esteio (RS), o senador e presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) para votação do novo Código Florestal em Brasília, Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) aprovou o artigo oitavo do projeto que consolida áreas de agricultura familiar de pequeno e médio porte, mesmo que este esteja em área de preservação permanente (APP) e dá segurança jurídica para os trabalhadores rurais.

Para o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag), Elton Weber, o caminho a ser seguido para aprovação da nova constituição não pode deixar de priorizar os seres humanos que dependem da atividade agrícola para sobreviver. E, que os levantamentos técnicos sobre as questões de preservação precisam chegar no campo para agregar avanço nos trabalhos e não prejudicar, já que não há interessados na degradação no meio ambiente.

“Nós defendemos que a gente continue plantando, atuando e produzindo onde estamos. Que sejam incorporadas todas novas oportunidades técnicas para que possam melhorar tanto a produção quanto a renda do produtor”, diz Weber.

Por:
João Batista Olivi e Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário