DA REDAÇÃO: Próxima safra de cacau brasileira terá quebra de produção

Publicado em 25/10/2011 09:36 e atualizado em 25/10/2011 12:08 351 exibições
Cacau: apesar dos fundamentos baixistas, especulações limitam perdas para produtor de cacau. Próxima safra brasileira deve ser bem menor que a passada por motivos climáticos. Produtor deve aproveitar o momento para venda.

A safra internacional de cacau, que teve início agora em outubro, deve ter bons números de produção em todo o mundo, mas no Brasil, a quebra deve ser acentuada em relação ao ano anterior. Segundo informações do analista de mercado Thomas Hartmann, em 2010 a produção brasileira foi de 1,2 milhão de sacas, a melhor nos últimos 16 anos, enquanto a de 2011 deve ficar na casa das 900 mil sacas.

A queda na produção brasileira deve-se ao clima, que ano passado foi extremamente positivo e, este ano, não colaborou tanto com o cacau, esclarece o analista.

Hoje, a arroba de 15 kg de cacau é encontrada na faixa dos R$70, preço este que não remunera o produtor. De acordo com Hartmann, os preços do cacau brasileiro são influenciados pelas cotações na Bolsa de Nova York e pela taxa de câmbio. “Além dos preços em declínio, os custos de produção também vêm subindo e ano que vem, o aumento do salário mínimo de onerar mais ainda o custo com mão-de-obra”, afirma.

O analista, que também é produtor, alerta que o momento é para venda do produto físico e que a hora não é boa para movimentos de especulação.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário