DA REDAÇÃO: Nos EUA, mercado de commodities perdeu US$10 mi em setembro

Publicado em 26/10/2011 12:59 e atualizado em 26/10/2011 14:32 257 exibições
Grãos: investidores voltam suas atenções para o cenário financeiro externo e realizam lucros em Chicago nesta quarta-feira. Expectativa fica para o volume a ser liberado após reunião com lideres da União Europeia para ajudar os países endividados.
As incertezas quanto ao futuro da economia mundial continuam a ditar o tom baixista do mercado financeiro. Somente em setembro, os EUA perderam 10 milhões de dólares com liquidação de posições no mercado de commodities, de acordo com o analista do mercado de grãos, Daniel D’Ávilla.

Hoje, os grãos operam em queda no pregão regular em Chicago diante do receio da abrangência ou não do pacote financeiro europeu, discutido em reunião da cúpula da Zona do Euro nesta quarta-feira. “É possível observar um movimento de liquidação de posições por parte dos investidores que aguardam notícias sobre o futuro da economia europeia. Já os fundamentos não apresentam novidades hoje e não influenciam as cotações”, afirma D’ávilla.

“A colheita de soja nos Estados Unidos já chegou aos 80% e no Brasil também há disponibilidade do grão, sendo que a oleaginosa brasileira é mais barata que a americana, em torno dos US$50/tonelada. No entanto, o produtor está segurando a venda da soja devido ao baixo preço e o produtor americano também não quer vender seu grão. Se não existe venda, o mercado tende a se complicar”, alerta o analista.

Para D’ávilla, o mercado segue à espera de uma notícia positiva após a reunião da cúpula europeia e, caso ela ocorra, a tendência para os grãos pode voltar a ser altista.

Por:
João Batista Olivi e Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário