DA REDAÇÃO: Referendo na Grécia deixa mercado financeiro de mau humor e pressiona preços em Chicago

Publicado em 01/11/2011 12:34 e atualizado em 01/11/2011 16:24 608 exibições
Grãos: referendo na Grécia deixa mercado financeiro de mau humor e pressiona agrícolas nesta terça-feira em Chicago. Pacote de austeridade vai para decisão popular e incerteza continua sobre a macroeconomia, provocando muito volatilidade nos próximos dias.
A volta do mau humor no mercado financeiro com os novos rumos para a resolução da crise da Grécia pressiona os preços dos grãos em Chicago nesta terça-feira, 01. A notícia de que o primeiro ministro grego George Papandreou deve colocar o resgate do país em um referendo traz preocupação aos investidores.

Na Bolsa de Chicago, os contratos de maior liquidez para a soja já operam abaixo do patamar dos US$ 12 por bushel. As perdas superaram os 20 pontos nos principais vencimentos da oleaginosa. De acordo com o analista de mercado da RJO'Brien,Pedro Dejneka, os preços poderiam estar  ainda baixos se não fosse o suporte positivo do campo fundamental.

Segundo Dejneka, o pedido de concordata na justiça de Nova York de uma das maiores corretoras dos Estados Unidos, a MF Global Holdings e sua subsidiária financeira, MF Global Finance USA Inc., também contribui para a pressão do mercado agrícola de hoje. A empresa teria alta exposição a títulos de dívida da Europa e, portanto, os negócios com as ações da corretora foram suspensos. "O problema hoje não é a Grécia em si, são os bancos que tem exposição a derivativos dentro da Europa", enfatiza.

Para o analista, a volatilidade deve predominar nos próximos dias com as incertezas do cenário macroeconômico. "Não tem nada definido. O cenário financeiro está em pânico mas, ao mesmo tempo, é hora de ter calma". O mercado segue também na expectativa do relatório de Oferta e Demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em inglês), que deve ser divulgado no próximo dia 9.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário