DA REDAÇÃO: Queda no consumo de suco de laranja no exterior tem relação com falta de marketing

Publicado em 01/11/2011 13:39 e atualizado em 01/11/2011 17:22 409 exibições
Laranja: Produtores e indústria brasileira avisam aos engarrafadores europeus que os preços do suco concentrado precisam ser majorados em 50%, para manter os citricultores na atividade. Há dificuldades para se aprovar o Concecitrus.
Concorrente do energético Red Bull pelo mundo, o suco de laranja brasileiro vem sofrendo há 10 anos com fatores ligados à diminuição do consumo pelos estrangeiros, à queda de produção e à subida de preços. Os produtos néctares, feitos à base de suco de laranja ou de maçã, encareceram, e isso ocorreu de maneira estrutural e não esporádica.

Como forma de ganhar mais reconhecimento lá fora, a saudável bebida precisa de investimento em propaganda. Na opinião de Gastão Crocco Diretor de Citricultura da SRB (Sociedade Rural Brasileira), a campanha necessitaria do envolvimento de todo o setor, incluindo produtores e indústria.

A solução passaria ainda por mais dois pilares importantes: o tratamento fitossanitário e a gestão de estoques de laranja. O último pilar ajudaria a segurar os preços, pois o produtor que recebeu entre R$10 e R$11 pelo produto nesta safra e, caso não tivesse o estoque, receberia somente entre R$7 e R$8.

Por:
João Batista Olivi e Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário