DA REDAÇÃO: Mercado de grãos segue vendido diante de turbulências no cenário financeiro

Publicado em 09/11/2011 14:11 e atualizado em 09/11/2011 16:27 216 exibições
Grãos: Bolsas caem fortemente nesta quarta-feira, refletindo a crise da Itália. O reflexo nas commodities agrícolas deverá ser absorvida pela demanda chinesa, que passará a comprar na América do Sul.
O mercado internacional de grãos segue focado no cenário macroeconômico nesta quarta-feira,09. Os preços na Bolsa de Chicago seguem do lado negativo da tabela diante da turbulência do cenário financeiro europeu.

De acordo com o analista da Terra Futuros, Flávio Oliveira, o mercado agrícola segue mais vendido na sessão de hoje influenciado pelas quedas de mais de 2% das bolsas americanas e da moeda europeia. Além da Grécia, a situação da dívida da Itália também preocupa os agentes de mercado.  

Para Oliveira, se não fosse o estresse do mercado financeiro, os preços dos grãos tenderiam para alta no pregão de hoje, precificando os dados das estimativas divulgadas hoje pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em inglês). No caso do milho, por exemplo, as estimativas do departamento apontaram para grande declínio tanto na produção quanto nos estoques finais do cereal para a safra atual, fatores que deveriam impulsionar as cotações.

Atualmente, os fundamentos mostram que as compras de soja da China estão mais direcionadas para o Brasil e Argentina, e as exportações americanas estão "empossadas", principalmente para o setor de ração norte-americano. Se a demanda chinesa para os dois países sul americanos realmente se confirmar, os preços na Bolsa de Chicago tendem a se recuperar.

O analista acredita em cenário positivo para os preços dos grãos em 2012, especialmente para o milho que tende a voltar para o patamar dos US$ 7/ bushel e para a soja que pode voltar a operar próximo dos US$ 13. 'Não há um cenário catastrófico", acredita.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário