DA REDAÇÃO: Chegada do verão e produção mais cara mantêm preços baixos para produtor de ovos

Publicado em 16/11/2011 16:19 e atualizado em 16/11/2011 16:51 167 exibições
Ovos: Mercado segue com preços mais baixos devido aos maiores custos de produção e menor consumo no verão. Aumento de plantel também tem colocado maior oferta no mercado e pressionado preços para baixo.
Produtor de ovos no Brasil tem ano difícil, com preços baixos e pouca rentabilidade devido ao aumento no custo de produção, que subiu 25% somente em 2011, puxado principalmente, pela valorização do milho, que apesar da excelente safra, chega ao produtor com preços altos, enquanto o Governo oferece prêmios para as exportações do grão.

Além destes problemas, a chegada das temperaturas mais quentes também desaquece o consumo, mesmo sendo o ovo a melhor fonte de proteínas para o corpo humano. “O ovo deixou de ser vilão para se tornar referência em benefícios para o ser humano”, explica o médico veterinário da Associação Gaúcha de Avicultura (Asvag) e analista de mercado, Mauro Gregory Ferreira.

Ainda de acordo com Ferreira, alguns produtores em busca de maior rentabilidade têm aumentado seu plantel e colocando uma maior oferta do produto no mercado, o que tem resultado em preços mais baixos para todos os produtores, pois a demanda não tem acompanhado esse aumento na oferta. Hoje, o preço pago pela caixa com 30 dúzias de ovos veria entre R$45 e R$48, valores estes que não cobrem os custos de produção. “O ideal seriam preços acima dos R$60 para o produtor”, avalia.

Para Ferreira, o cenário só deve melhorar com a mudança da estação e a partir de uma mudança de raciocínio do produtor, que deve adequar sua produção ao mercado. “O produtor deve reduzir em média 30% de seu alojamento durante o verão para que os preços possam ser melhores”, afirma.

Ovos de incubação

Ovos de incubação são aqueles produzidos por galinhas matrizes para a produção de pintinhos para frango de corte. Ferreira explica que quando estes ovos vão à máquina, passam por um processo chamado ovoscopia, no qual verificam se são ou não viáveis para crescimento. Se não forem são retirados da máquina para que não explodam.

A comercialização destes ovos é proibida pelo Ministério da Agricultura, no entanto, o produto vem sendo ofertado no mercado a preços mais muito mais baixos. Segundo o veterinário, o consumo destes ovos é impróprio, pois recebe um banho de formol para sua incubação.

A venda irregular por meio de alguns atacadistas e de feiras livres tem prejudicado o produtor de ovos de qualidade, produzidos com seriedade e acompanhamento do Governo. “O ovo brasileiro é de 1ª qualidade, estes ovos são ofertados como descarte e as associação comerciais têm reclamado medidas para que ele seja totalmente retirado do mercado”, afirma. Além de oferecer concorrência desleal ao produtor os ovos de incubação também são um problema de saúde pública.

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário