DA REDAÇÃO: Preços em Chicago continuam operando sob pressão do mercado financeiro

Publicado em 22/11/2011 13:16 e atualizado em 22/11/2011 16:00 267 exibições
Grãos: Fundos liquidam posições em commodities agrícolas e preços continuam pressionados em Chicago. Situação na Europa e nos EUA ainda preocupa investidores. Demanda sustentada pode limitar novas baixas.
Em Chicago, o mercado de grãos continua operando sob a influência do clima pessimista que paira no mercado financeiro mundial. Agora o foco não é apenas a crise na Europa mas, também nos Estados Unidos. O PIB norte-americano foi estimado para baixo nesta terça-feira.

De acordo com o analista de mercado da FC Stone, Glauco Monte, os preços internacionais, tanto da soja quanto do milho, estão sofrendo com a liquidação de contratos não apenas de posições comerciais, mas também de posições de fundos, já que as apostas seguem voltadas para ativos mais seguros.

O mercado da soja, especificamente, ainda é influenciado para baixo diante das boas expectativas para uma supersafra do Brasil e da Argentina e com fraca demanda norte-americana. Monte afirma que essa combinação de fatores poderia promover uma nova onde de baixas nos preços.

Em contrapartida, os atuais patamares de preços podem incentivar novas compras, principalmente por parte da China. Desta forma, a demanda mais aquecida pode dar sustentação ao mercado e limitar novas quedas.

Por:
João Batista Olivi e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário