DA REDAÇÃO: Queda de 60% nas exportações para Rússia colabora para pressão baixista do mercado do boi gordo

Publicado em 06/12/2011 13:33 e atualizado em 06/12/2011 14:35 391 exibições
Além da demanda frouxa no mercado de carnes, maior fator de pressão para os preços da arroba do boi atualmente, a queda das exportações para a Rússia também têm colaborado para o tom baixista das cotações. De acordo com o analista da InterBolsa, André Criveli, já há uma quebra de 60% dos volumes embarcados.  

Em São Paulo, a referência de preços segue entre R$ 100 a R$ 102/@, à vista. "Alguns frigoríficos de porte maior recuaram para 98 à vista no balcão mas, não obtiveram nenhum sucesso de compra", comenta. No mato Grosso do Sul a arroba é negociada em torno de R$ 93 a R$ 94/@, à vista.

Algumas indústrias também realizam procedimentos para remanejar as escalas ou paralisar as plantas, o que indica que a venda no mercado atacadista realmente não é tão otimista. "Isso faz com que eles abatam menos ou parem plantas para produzir menos carne e dar vasão a esse atacado que está estocado", completa.

De acordo com Criveli, as vendas de carne do último final de semana não excedeu as expectativas, deixando as margens para o boi casado fixadas hoje em torno dos R$ 6,60/ kg. Frigoríficos ainda estão abastecidos e esperam escoar produto na segunda quinzena do mês, quando expectativa do consumo pode melhorar.

Se o aumento da demanda não se concretizar e a oferta de boi de pasto continuar a aumentar gradativamente, os preços devem trabalhar em patamares próximos à estabilidade, com tendência para leves baixas nas próximas semanas.

Por:
Aleksander Horta e Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário