Solo estruturado e bem manejado garante melhor desenvolvimento das plantas e consequentemente melhora produtividade da lavoura

Publicado em 22/06/2017 14:48 496 exibições
Manejo adequado do solo vai além da adoção do plantio direto. É preciso montar um sistema eficiente com boa cobertura e enraizamento profundo

Osmar Conte, pesquisador da Embrapa Soja, destaca que, hoje, um solo bem estruturado é fundamental para bons resultados na atividade agrícola, independentemente da cultura.

Um desses cuidados é o plantio direto, mas ele não basta por si só: tem que ter qualidade. Algumas técnicas, como a rotação de culturas, podem ajudar nessa instruturação.

Há vários indicadores de qualidade de estruturação do solo. Está para ser lançado um sistema de indicação visual que irá facilitar essa análise. Mas alguns elementos, como o espaço poroso, a observação do crescimento radicular e da presença de camadas danificadas são alguns dos elementos essenciais para realizar essa identificação.

É preciso ter condições químicas e físicas em cada cultura para que haja um processo maior a ser explorado. A correção de solo ajuda a formar um perfil estrutural mais profundo. O gesso é um condicionador que, por exemplo, ajuda a melhorar essas condições.

Ele destaca que, quem busca se atualizar, seja qual for a forma, tem diversas informações e maneiras. Alguns ainda mostram certa dificuldade, mas ele acredita que isso é uma questão de tempo. "Muitos acreditam que basta o plantio direto, mas tem que buscar fazer o plantio direto de qualidade, o plantio direto sustentável", diz.

Por:
Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário