Preço de suíno volta a ficar acima do custo de produção, mas ainda longe do ideal para suinocultores no PR

Publicado em 17/07/2017 14:03 e atualizado em 17/07/2017 15:44
480 exibições
Cotação do suíno reage nos últimos 10 dias no PR e quilo vivo chega a R$3,20

Sérgio Luis Barbian, conselheiro fiscal da Associação Paranaense de Suinocultura, destaca que a reação dos preços do suíno vivo na região começou há cerca de 10 a 15 dias. Hoje, a cotação está em torno de R$3,20/kg a R$3,30/kg.

Anteriormente, o preço estava em R$2,80/kg. A reação foi considerada benéfica para os produtores. Mesmo que a margem de lucro seja pequena, o milho e a soja se encontram em preços melhores.

O custo de produção fica por volta dos R$3,00/kg. Os produtores esperam que os preços girem em torno de R$3,50/kg, no mínimo, para que haja um capital para fazer novos investimentos em tecnologia e qualidade.

O consumo interno, com preços menores no mercado, pode ser um dos fatores que impulsionaram as cotações, de acordo com Barbian. Além disso, o período de inverno também é tradicionalmente por ter um maior consumo da carne suína.

Houve "um pouco mais de aumento de produção do que uma queda" na região, como conta o conselheiro. Ele aponta que a tendência para uma alta nos preços depende também das situações política e econômica do país.

 

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário