Mesmo com custos altos, suinocultor gaúcho garante boas margens de lucro

Publicado em 16/03/2020 14:46
906 exibições
Produtor deve analisar o mercado no médio e longo prazo antes de fazer investimentos, tendo em vista uma recuperação na produção de suínos na China
Valdecir Folador - Presidente da ACSURS

Podcast

Entrevista com Valdecir Folador - Presidente da ACSURS sobre Mercado de Suínos

Download

LOGO nalogo

A suinocultura no Rio Grande do Sul vive bom momento neste começo do ano, após um primeiro bimestre com receita de exportação 71,4% maior do que no período no ano passado. De acordo com o presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), Valdecir Folador, apesar dos custos de produção mais altos, os preços pagos no mercado interno e externo estão bons, e garantem margem de lucro confortável.

Conforme ele explica, em relação ao mesmo período de março do ano passado, o preço da saca de milho aumentou em 26% e o farelo de soja, 13%. "Os custos estão altos, mas o valor do suíno também subiu bastante, em torno de 28% em relação ao ano passado, no caso do suíno vivo independente, e a mesma proporção para o integrado", disse. 

Entretanto, Folador recomenda que o suinocultor não se deslumbre com o bom momento, fazendo investimentos que podem não ser compensados no futuro. 

"Em dois ou três anos, a China, que tem sido nosso maior comprador, vai se recuperar da Peste Suína Africana, e vai vir mais tecnificada, com mais produtividade. É preciso estar preparado para um futuro com demanda menor da China", afirma. 

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário