Presidente da ABPA recomenda cautela na produção devido à sobreoferta

Publicado em 06/04/2020 14:18 e atualizado em 06/04/2020 15:41 1587 exibições
Francisco Turra - Presidente ABPA
Segundo ele, exportações vão bem, mas é inviável tentar fazer o mercado externo absorver o excedente do Brasil de carne suína e de frango

Podcast

Entrevista com Francisco Turra - Presidente ABPA sobre as Exportações de Suínos

Download

LOGO nalogo

A quebra na demanda interna por carne de frango e suína está derrubando os preços no mercado doméstico. Enquanto isso, no mercado externo, as exportações de carne suína em março superaram em 9% o volume em relação a fevereiro, e 0,09% na carne de frango. Entretanto, de acordo com o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal, Francisco Turra, tentar fazer com que as exportações absorvam este excedente brasileiro é algo inviável.

Ele explica que atualmente, 20% da carne suína e 30% da carne de aves são exportados. 

"Se você conseguisse, por exemplo, ao invés de exportar 850 mil toneladas de carne suína este ano, chegar a 1,5mi, 2mi toneladas seria o céu, porque temos esse excesso de oferta no mercado intenro. Mas você não consegue fazer esse milagre, especialmente por tudo isso que está acontecendo. 

De acordo com Turra, os elos da cadeia produtiva precisam ter cautela neste momento, justamente para evitar que a oferta de produto fique ainda menor, tendo em vista a demanda reduzida.

"É impossível falar neste momento em potencial de queda para o mercado interno, até porque uma coisa que talvez melhore agora é a atitude do Governo Federal de conceder auxílio àqueles que estão na informalidade e ajudar as empresas a manterem os empregos. Com essas medidas, a situação deve começar a melhorar, mas não vai sanar o problema de vez", disse.

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário