Consumo de carne de frango no mercado interno se aproxima da saturação, diz especialista

Publicado em 13/11/2020 15:18 e atualizado em 13/11/2020 15:59 1482 exibições
Osler Desouzart - Consultor - OD Consulting
Apesar de conjuntura de preços altos das carnes concorrentes e do auxílio emergencial, consumo per capita da proteína avícola não deve ter aumento significativo em 2020

Podcast

Entrevista com Osler Desouzart - Consultor - OD Consulting sobre o Consumo do Frango

Download

LOGO nalogo

Apesar da competitividade da carne de frango no mercado interno frente às concorrentes bovina e suína, cujos preços dispararam, 2020 não deve ter um aumento considerável no consumo per capita, conforme explica o consultor da OZ Consulting, Osler Desouzart. De acordo com ele, o consumo da proteína avícola no Brasil está se aproximando de um nível de saturação. 

"Desde 2015 que o consumo está 'dançando' mais ou menos nos mesmos patamares, rondando os 45 quilos per capita por ano no país. Esse mesmo fenômeno tem sido visto também nos Estados Unidos. Pode até haver possibilidade de aumentar um pouco o consumo no Brasil, já que o Norte e Nordeste são regiões que consomem menos que no Sudeste, por exemplo".

Desouzart afirma que em 2019, o consumo anual por habitante no Brasil era de 15,25kg de carne suína, 30,92/kg de carne bovina e 44,30/kg de proteína avícola. "A carne de frango sempre foi a mais consumida pelo brasileiro pela questão do preço, diversidade de cortes, e este ano, mesmo com a crise econômica porm causa da pandemia, o auxílio emergencial ajudou a manter o consumo interno", afirmou.

O especialista também traz a informação de que a expectativa de avanço na produção de carne de frango em 2020 é de 3%, com aumento das exportações previsto em 2% e crescimento populacional de 0,98%. "Sendo assim, não há muito o que aumentar em consumo per capita no Brasil", disse.

Leia Mais:

+ Coronavoucher eleva consumo de frango e ajuda Brasil a enfrentar custos, diz ABPA

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário