Com preços em patamares mais baixos, comercialização dos grãos está travada nos EUA

Publicado em 24/08/2016 10:05 e atualizado em 24/08/2016 17:02
431 exibições
Produtores americanos deverão negociar a soja e o milho aos poucos. Com o clima favorável, safra 2016/17 dos EUA tem se consolidado e a expectativa é de produções recordes nesta temporada. Problemas são pontuais e não devem impactar na produção total.

Com uma superssafra evidente, a comercialização de soja e milho está travada neste momento nos Estados Unidos. Os produtores, no aguardo dos preços, devem vender aos poucos a medida em que vão entendendo o mercado. As informações são da jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas, que está conhecendo as condições das lavouras americanas no estado de Illinois.

De acordo com a jornalista, até esse instante é possível observar que a próxima safra será recorde e de excelente qualidade nos Estados Unidos. Ela esteve na parte centro-sul de Illinois, onde observou as melhores condições de lavoura, com plantas de quase 1 metro e meio de altura e vagens de até quatro grãos.

A condição de clima para as lavouras americanas também estão muito boas. As temperaturas não passam os 30 graus, enquanto, em outros anos, chegou a superar os 40. As chuvas tem sido regulares.

Segundo produtores ouvidos por Carla, o mês de julho foi o terceiro mês mais chuvoso dos últimos anos e, como em junho houve um longo período sem chuva, alguns replantios foram feitos, mas quando as chuvas de julho chegaram, vieram regulares e bem distribuídas, o que gerou a tendência de produtividade recorde que se estende por grande parte dos estados.

A produtividade para o milho, de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o USDA, deve ser de 175 bushels por acre, o que não muda a partir de então. Para a soja, ainda deve haver variação, caso chuvas forem excessivas durante o período da colheita. “Ainda não é uma ameaça, mas isso precisa ser acompanhado para saber se terá comprometimento ou não”, destaca Carla.

Tags:
Por: Fernanda Custódio e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário