Plantio do trigo chega à 95% na região de Santo Ângelo/RS e produtores monitoram avanço dos gafanhotos

Publicado em 25/06/2020 12:07 e atualizado em 25/06/2020 13:51 953 exibições
Claudio Duarte - Diretor da Farsul
Área cultivada com trigo cresceu entre 7 e 12% na região como aposta para se recuperar após os prejuízos na safra de verão. Governo do RS já posicionou aeronaves agrícolas na fronteira com o Uruguai para barrar avanço dos gafanhotos caso seja necessário

Podcast

Plantio do trigo chega à 95% na região de Santo Ângelo/RS e produtores monitoram avanço dos gafanhotos

Download

LOGO nalogo

Os produtores da região de Santo Ângelo no Rio Grande do Sul já semearam 95% das lavouras desta safra de trigo 2020. Os produtores apostaram nesta cultura buscando se recuperar dos prejuízos após a estiagem da safra de verão.

Segundo o diretor da Farsul, Claudio Duarte, a área semeada deve ser entre 7 e 12% maior neste ano com os preços altos do trigo estimulando o cultivo na região e muitas trades já vendendo contratos futuros para esta safra.

Outro fator que preocupa os produtores do estado neste momento é a nuvem de gafanhotos que avança pela Argentina e ameaça chegar ao Brasil, após passar pelo Uruguai. Duarte destaca que o governo gaucho já posicionou 46 aeronaves agrícolas na fronteira que estão de sobre aviso, prontas para atuar caso os animais se aproximem do país.

A liderança comenta ainda que, como a região da fronteira é mais voltada ao cultivo do arroz, que já foi totalmente colhido no estado, mesmo que os insetos entrem em território gaucho os impactos em lavouras seriam mínimos, a menos que eles avancem mais para o interior atingindo as áreas de trigo.

Confira a íntegra da entrevista com o diretor da Farsul no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário