Safra verão 20/21 em Santa Catarina terá aumento nas áreas de soja, milho e arroz e expectativa de mais produtividade

Publicado em 16/09/2020 10:44 e atualizado em 16/09/2020 15:29 795 exibições
Haroldo Elias Tavares - Analista Centro de Socioeconomia e Plan. Agrícola da Epagri
Projeção é que o clima ajude mais as lavouras do que na temporada 2019/20 e alavanque as produtividades do produtores que estão estimulados pelos bons preços destes grãos. Segundo maior produtor de arroz do Brasil, Santa Catarina deve ter novas ofertas entrando no mercado na virada de janeiro para fevereiro

Podcast

Safra verão 20/21 em Santa Catarina terá aumento nas áreas de soja, milho e arroz e expectativa de mais produtividade

Download

LOGO nalogo

A safra de verão 2020/21 em Santa Catarina irá registrar aumento nas áreas cultivadas para a soja, milho grão, milho silagem e arroz e deve contabilizar acréscimos também nas produções e produtividades dos grãos, de acordo com levantamento da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina).

Segundo o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri, Haroldo Elias Tavares, a soja vai começar a ser plantada entre o final de outubro e começo de novembro com aumento de 6% na área cultivada e expectativa de produção de 2.456.005 toneladas, 7% a mais do que 2019/20.

Para o milho, os trabalhos de plantio já começaram no estado e deve representar aumento de 3,14% na área do milho grão e 13,6% no milho silagem com expectativa alta para as produções, que podem crescer 12,31% no grão (2.827.170 toneladas) e 7,29% na silagem.

Outro cultivo que já está sendo semeado é o arroz. Santa Catarina é o segundo maior produtor de arroz do Brasil e deve produzir nesta safra 2020/21 um total de 1.258.123 toneladas após aumento de 0,32% na produtividade em relação ao último ciclo agrícola. Tavares destaca que novos volumes de arroz devem entrar no mercado estadual na virada de janeiro para fevereiro e até lá, os preços seguirão firmes para os produtores.

Nas culturas de verão, apenas o feijão deve registrar queda na área cultiva em 0,8%, mas mesmo assim, uma redução bastante inferior à média de diminuição de área das últimas safra que é de 7,17%. Diante disso, a Epagri estima produção em 72.553 toneladas, volume 15,36% superior à safra 2019/20.

Confira a entrevista completa com o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri no vídeo.

                                

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário