Indicador do arroz é o menor em seis meses mas está acima da média de preços nos últimos quinze anos, diz Cepea

Publicado em 05/03/2021 10:52 e atualizado em 06/03/2021 00:09 1829 exibições
Lucilio Alves - Pesquisador do Cepea
Indicador em março gira em torno dos R$85/saca enquanto média desde 2005 é de R$62/saca com valores deflacionados

Podcast

Entrevista com Lucilio Alves - Pesquisador do Cepea sobre o mercado do arroz

Download

Com o avanço da colheita e os ajustes nas paridades de importação e exportação, os preços do arroz em casca caíram para o menor patamar desde agosto de 2020 e neste mês de março orbita em R$85/saca. Mesmo assim, as cotações atuais continuam bastante superiores à média histórica do Cepea, que deflacionada mês a mês desde 2005 é de R$62/saca.

O Indicador do arroz em casca ESALQ/SENAR-RS (58% grãos inteiros, com pagamento à vista) fechou a R$ 85,45/saca de 50 kg, o menor valor diário desde 24 de agosto de 2020, quando fechou a R$ 84,52/sc.  Em fevereiro, a média mensal foi de R$ 88,08/sc, 2,66% menor que a de jan/21. 

De acordo com Lucílio Alves, pesquisador de Cepea, pelo menos num horizonte de dois anos, os preços seguirão em patamares elevados . " Mesmo com os preços recodes verificados em 2020, não houve incremento significativo na área plantada na atual safra, o que mostra que o produtor ainda não recuperou o poder de investimentos". Além disso, o pesquisador reforça que o ciclo de alta das commodities no mercado internacional ajuda a manter as cotações do arroz em níveis mais elevados no Brasil e no mundo.
 

Por:
Aleksander Horta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário