Técnica de irrigação diminui impacto das geadas na fruticultura do Rio Grande do Sul

Publicado em 09/07/2020 12:31 e atualizado em 09/07/2020 14:02 975 exibições
Roger Terra de Moraes - Extensionista rural Agropecuário da Emater/RS
Sistema produz uma camada de água sob as plantas, que congela e mantem a temperatura à 0 graus, patamar que ainda não é crítico para os cultivos. Técnica pode ser aplicada em diversas variedades de cultivos.

Podcast

Técnica de irrigação diminui impacto das geadas na fruticultura do Rio Grande do Sul

Download

LOGO nalogo

Os impactos da geada na produção de frutas do Rio Grande do Sul pode ser amenizado com a utilização de uma técnica de irrigação. O sistema instalado nas lavouras distribui uma lâmina de água uniforme nas plantas, congelando suas superfícies a temperatura de 0°C.

Segundo o extensionista rural agropecuário da Emater/RS, Roger Terra de Moraes, isso cria um efeito iglu nas plantas, garantindo que a temperatura não caia além dos 0°C, patamar que ainda não é critico para as lavouras.

Este sistema está sendo muito utilizado na cultura da pitaya em Soledade/RS, mas também pode ser utilizado em outras variedades de frutas como ameixa, pêssego, nectarina, videiras, mirtilho, caqui, figo, maçã e citrus.

 Ao produtor que quiser instalar o dispositivo em sua propriedade é necessário busca auxilio de seu assistente técnico para adequar o projeto a sua realidade. Os custos são de cerca de R$ 20.000,00 por hectare, mas variam de acordo com as características do relevo, distância para o reservatório de água e disponibilidade de energia elétrica.

Confira a íntegra da entrevista com o extensionista rural agropecuário da Emater/RS no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário