Aplicativo facilita implementação, por parte dos laticínios, do plano de qualificação de fornecedores de leite

Publicado em 27/01/2020 14:08
1162 exibições
Plano é obrigatório desde o ano passado, mas poucos laticínios avançaram no levantamento das informações
Roberta Züge - Diretora de Inteligência Científica Milk.Wiki

Podcast

Desafios para o setor do Leite - Roberta Züge - Diretora de Inteligência Científica Milk.Wiki

Download

LOGO nalogo

Desde o início de 2019 estão em vigor as instruções normativas IN76 e IN 77 de 2018 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que tratam sobre o controle de qualidade por parte dos laticínios para com o leite que é fornecido pelos produtores. Entretanto, de acordo com Roberta Züge, diretora de Inteligência Científica da plataforma Milk Wiki, o trabalho é minucioso, gera dúvidas e ainda não foi feito por boa parte dos laticínios. É preciso ter os dados de produção do leite e o laticínio deve elaborar planos de ação para corrigir e evitar erros.

O aplicativo Milk Wiki foi idealizado para que os laticínios disponibilizem os acessos aos produtores que podem encontrar na ferramenta todos os questionamentos exigidos pelo Mapa e assim realizarem todo o controle da produção, desde medicamentos e vacinas administrados nos animais, data de cobertura, nascimento, entre outras exigências.

"São várias informações a serem coletadas de cada produtor e com planos de ação customizados a serem implantados para correção de erros, podendo agrupar estes produtores por perfis como o tamanho da propriedade, o sistema de produção...", explica.

A intenção, de acordo com Roberta, é facilitar o trabalho dos laticínios e dos produtores, que poderão digitalizar os dados e evitar redigitação, que pode trazer erros e demora no processo. "Quanto maior a demora para obter as informações, mais vai demorar para corrigir os erros", afirma.

Ela explica que, após as informações inseridas pelos produtores, o próprio aplicativo faz o agrupamento de acordo com os perfis, mas é o laticínio quem deve elaborar os planos de ação adequados a cada grupo e treinar os produtores para que os equívocos deixem de acontecer.

"Isso faz com que a qualidade do nosso produto, que já é boa, ganhe ainda mais valor, como nos padrões internacionais", afirma.

Para mais informações, acesse www.milkwiki.com.br

 

Por:
Aleksander Horta e Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário