Em Coromandel-MG perdas na segunda safra de milho chegam a 80% e município deve decretar estado de emergência. Não chove há 60 dias

Publicado em 13/05/2016 12:50
Em pelo menos 40% das áreas plantadas com milho em Coromandel-MG não haverá nenhuma produção

As perdas decorrentes do clima nas lavouras de milho safrinha chegam a 80% da produção no município de Coromandel (MG). A falta de chuva entre nos meses de março e abril, comprometeu a produtividade e os agricultores já se organizam para decretar estado de emergência.

Segundo o membro da comissão de grãos do sindicato rural, Geraldo Emaniel Prizon, áreas novas em cultivo - que representa 40% da produção atual - sequer conseguiram colher nesta temporada. "Quase que independente da época de plantio, nessas localidades apresentaram perdas de 100%", completa.

Em condições normais de clima, Prizon explica que a produtividade média da região fica entre 110 a 120 sacas por hectare, no entanto nesta segunda safra é esperada uma colheita de pouco mais de 30 scs/ha.

Em decorrência do cenário preocupante, os produtores já se organizam para decretar estado de emergência no município. "Estamos pleiteando junto ao poder público municipal um decreto de situação de emergência, para tentar minimizar os prejuízos dos produtores no que diz respeito à renegociação de dívidas", explica Prizon.

A situação também é preocupante na relação de disponibilidade interna do cereal. O estado é um grande consumir do milho para o setor de proteína animal, e a baixa oferta deve manter as cotações em alta - fator que preocupa pecuaristas, avicultores e suinocultores. "Nós estamos vivenciando em Minas disputa acirrada pelo pouco milho que existe, com relato de negócios a R$ 47,00/sc no disponível", destaca.

Prizon ressalta, porém, que mesmo em níveis elevados o preço do milho não será capaz de cobrir os custos de produção, considerando a quebra significativa neste ano.

"Temos um custo de R$ 2.200,00 para implantar um hectare de milho safrinha, considerando uma colheita de 30 scs/ha, vendendo a R$ 50,00/sc a receita é de R$ 1.500,00, ou seja, o produtor fica devendo ainda", alerta.

Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário