Futuro do milho no Brasil é promissor, mas será preciso produzir melhor, diz Glauber Silveira

Publicado em 23/12/2016 16:58
1893 exibições
Consumo global do milho é crescente e deverá ser importante fonte de renda para o produtor brasileiro, principalmente com o suporte do setor de proteínas animais. Será preciso, porém, investir em tecnologia, produtividade, boas práticas de manejo e comercialização. Além, é claro, das alternativas para o consumo doméstico, como a produção de etanol a partir do cereal.
Confira a entrevista de Glauber Silveira - Vice Presidente da Abramilho

1 comentário

  • Euclides de Oliveira Pinto Neto Duque de Caxias - RJ

    Direcionar a produção do milho para o etanol ? Por que ? Após 500 anos, será que a cana-de-açucar não está dando resultado ? Ou será que a produção do milho é mais rentável para algumas empresas multinacionais do agronegócio, com uso intensivo de sementes GM e defensivos da Bayer, Monsanto, etc...?

    7
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Sr Euclides nos Estados Unidos retiram o alcool do milho, e fica mais barato que o nosso porque aproveitam a borra (resto) na alimentaçao do gado confinado----O jornalista que escreveu sobre essa assunto e' **MEIA COLHER**

      1
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Carlo, acho que existe o fator "clima" em todas as áreas produtivas dos EUA. A cana de açúcar é cultivada em climas tropicais, nos EUA é temperado, não é? Veja o Sr. que empresas americanas são responsáveis pela produção da banana em países da América Central e, o Haiti foi um dos países mais desenvolvidos da região, quando produzia o açúcar da cana para os americanos. Segundo consta na Flórida em alguns anos os produtores de laranja amargam grandes prejuízos devido a ocorrência de fortes geadas , veja que é um estado do país mais próximo da linha do Equador.

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Sr Paulo quando Bush visitou o Lula, um grupo de brasileiros mostrou como o Brasil solucionou a falta de petroleo utilizando alcool-- O Bush retornando a casa mandou pesquisar esta soluçao----Eles nao tem cana de açucar, logo so' podiam utilizar o milho-- No espaço de 4 anos os Estados Unidos produziam mais alcool combustivel que o Brasil, e ai foi constatado que era mais barato que no Brasil--Um dos motivos e' a borra do milho que e' vendida por um preço muito proximo do milho----O jornalista brasileiro que previu a utilizaçao do milho no Brasil e' uma pessoa de conhecimentos limitados, pois no Brasil o gado e' todo criado a pasto, sendo muito limitada a engorda a cocho---Logo podemos concluir que o eventual mercado para borra de milho no Brasil e' muito limitado, portanto a fabricaçao de alcool combustivel via milho seria anti-economica.

      3
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Sr Paulo no Brasil poderia se utilizar a borra na engorda de suinos mas o projeto teria que ser verticalizado para o custo do transporte nao comer a margem do sistema.

      1
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      O milho é o cereal ao meu ver mais consumido no mundo...sobre o titulo da materia..PRODUZIR MELHOR..ora quem a escreveu pelo jeito não conhece a historia do milho no Brasil...vejamos o quanto evoluimos em milho...no Sul do Brasil na década de 70 produzia-se 35 sc por ha..sudeste ídem..mas nesta época fazia-se lavouras demonstrativas e mostrava-se aos produtores que era possivel com a tecnologia existente a época produzir de 100 a 150 sc por ha..centro oeste no cerrado longe de ter lavoura de milho em escala pois não tinha tecnologia devido a qualidade do solo...evoluimos tanto que no sul tem lavora irrigada produzindo mais de 300...e as normais mais de 100 sc por ha...aumentamos a produtividade em mais de 3 vezes..no sudeste ídem..o o centro oeste onde se colhia pouco hoje estçao comprodutividade acima de 100 sc por ha..isto na safrinha...a primeira safra bem mais... Outro problema o milho até pouco tempo não era um negocio a exportação e sim mercado interno e começou a dar saltos quando passou-se a exportar os exedentes..deixamos de fica na mão das agroindustrias que geravam resultados em seus balanços encima do preço baixo do milho e da compra a preço baixo do suino... Sobre os americanos...eles deram uma grande tacada..passaram a produzir etanol de milho deixando de exportar parte do grão e usando o DDG na pecuaria..e reduzindo a exportação de milho o preço aumentou no mercado munadial beneficiando os maiores produtores munndiais..os proprios americanos...Nos temos que seguir o mesmo caminho..pois náo devemos depender só de etanol de cana..e sim ter uma segunda opção...além disto sobra o DDG usado em bovinos ..aves ..suinos..se os americanos fossem burros eles não produziriam mais de 300 milhoes de tons de milho e só 100 de soja..portanto não precisamos inventar a roda..coisas que dão certo se copia.. Claro que temos muito a evoluir e isto só acontece devido a exportação...e a instalação de mais fábricas de etanol de milho...outro ponto importante...o produtor não pode só depender de soja...e como se sabe não colocar os ovos em uma cesta só...

      0
    • CARLOS WILLIAM NASCIMENTOCAMPO MOURÃO - PR

      China compra muito DDG seco. Como disseram acima, o custo do transporte vai comer todo lucro aqui no Brasil.

      0