Após atraso no plantio, Goiás recebe boas chuvas e espera produtividade acima da média na segunda safra de milho

Publicado em 03/04/2020 10:25 e atualizado em 03/04/2020 11:29 1037 exibições
Leonardo Machado - Analista Técnico do IFAG
Expectativa é colher 100 sacas por hectare a partir de julho e superar a média das últimas cinco safras que é de 93 sacas. Produtores também aproveitam bom momento de preços para fecharem negociações

Podcast

Após atraso no plantio, Goiás recebe boas chuvas e espera produtividade acima da média na segunda safra de milho

Download

LOGO nalogo

Após as dificuldades para o plantio da safra de soja 2019/20, a semeadura da segunda safra de milho também sofreu atraso em Goiás e não ficou totalmente dentro da melhor janela de cultivo. Apesar disso, as condições climáticas estão favoráveis e as lavouras se desenvolvem bem.

Segundo o analista técnico do Ifag (Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás), Leonardo Machado, as condições de precipitações até o momento garantiram o bom desenvolvimento das lavouras, em especial às plantadas em fevereiro, e o regime de chuvas deve permanecer favorável para os próximos meses.

Sendo assim, a expectativa é de que esta safra atinja média de produtividade de 100 sacas por hectare, resultado menor do as 112 da safra passada, mas superior a média dos últimos cinco anos, que é de 93 sacas por hectare.

A colheita deve começar no estado entre julho e agosto e até lá, os produtores seguem realizando seus trabalhos em campo conforme o planejado, já que a entrega de insumos não foi prejudicada pelas repercussões do Coronavírus no país.

Outro fator que anima os produtores é o atual cenário de mercado. Com preços recordes sendo registrados, Machado destaca que os agricultores estão aproveitando este momento para fechar novas vendas e ampliar a rentabilidade da cultura.

Confira a entrevista completa com o analista técnico do Ifag no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário