Mato Grosso do Sul plantou 30% da segunda safra de milho fora da melhor janela e espera queda na produtividade

Publicado em 17/04/2020 10:44 1818 exibições
André Figueiredo Dobashi - Presidente da Aprosoja MS
Com lavouras semeadas no mês de março o risco de impacto por geadas em junho aumenta bastante e produtores se veem divididos entre a incerteza na produção e os bons momentos de mercado para fecharem suas vendas

Podcast

Mato Grosso do Sul plantou 30% da segunda safra de milho fora da melhor janela e espera queda na produtividade

Download

LOGO nalogo

O Mato Grosso do Sul registrou grandes dificuldades e atrasos no plantio da safra de soja 2019/20 e isso se refletiu para a segunda safra de milho. Um levantamento realizado pela Aprosoja MS aponta que foram cultivadas menos de 1,9 milhões de hectares, contra mais de 2 milhões em 2019, sendo que 30% do total ficou fora da melhor janela para o estado.

Segundo o presidente da Aprosoja MS, André Figueiredo Dobashi, o mês de abril já registra temperaturas baixas, de até 6°C em algumas regiões do estado e o risco de geadas para o mês de junho é grande, o que impactaria bastante na produtividade.

Esse cenário influenciou também no andamento das comercializações. Dobashi destaca que o produtor sul-mato-grossense está dividido entre aproveitar os bons momentos de mercado com a saca valendo mais de R$ 30,00 no estado e se precaver já que não é possível garantir qual será o tamanho da produção nesta safra.

As colheitas no Mato Grosso do Sul devem começar em junho, para as primeiras áreas semeadas, e se estender até agosto, podendo chegar até ao mês de setembro. Enquanto isso, os produtores intensificam os protocolos de higiene e distanciamento buscando manter as atividades normais durante este período de COVID-19.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente da Aprosoja MS no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário