Laguna Carapã/MS recebe boas chuvas e perdas no milho devem se limitar a 20%

Publicado em 13/05/2020 12:55 e atualizado em 13/05/2020 14:08 1318 exibições
Antônio Rodrigues Neto - Técnico Agrícola da Casa da Lavoura de Dourados
A região enfrentava 30 dias sem precipitações, mas acumulado de 100 mm nos últimos dias deve garantir umidade suficiente para o restante da safra do cereal

LOGO nalogo

As lavouras da segunda safra de milho em Laguna Carapã no Mato Grosso do Sul enfrentavam uma estiagem que já marcava cerca de 30 dias sem chuvas, mas as precipitações retornaram e nos últimos dias o acumulado já atingiu os 100 mm.

Segundo o técnico agrícola da Casa da Lavoura de Dourados em Laguna Carapã/MS, Antônio Rodrigues Neto, essa chuva deve garantir umidade suficiente para o próximo mês e garantir o restante do desenvolvimento da safra, limitando as perdas de produtividade aos 20% já consolidados.

O que preocupa daqui para frente é a possibilidade de geadas. Neto destaca que já foram percebidas geadas em algumas localidades da região, mas ainda sem uma grande área afetada, mas essa apreensão cresce com a chegada do inverno e das colheitas que deve se estender até a primeira semana de setembro.

Em meio à este cenário, os produtores do município evitam comprometer grandes lotes em vendas e preferem aguardar mais para saber o tamanho de sua produção antes de buscar novos negócios.

Confira a íntegra da entrevista com o técnico agrícola da Casa da Lavoura de Dourados em Laguna Carapã/MS no vídeo.

Milho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues Neto

Milho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues Neto

 

Milho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues NetoMilho Laguna Carapã - Antônio Rodrigues Neto

 

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário