Minas Gerais avança na colheita do milho e produtividade fica entre 15% e 20% menor do que safra passada

Publicado em 31/07/2020 11:23 778 exibições
Claudionor Nunes de Morais - Dir. do Sind. Rural de Uberlândia e Pres. da Comiss. de Grãos da FAEMG
Lavouras se desenvolveram de maneira diferente de acordo com época de plantio e perdas aparecem com mais força nas primeiras áreas, que enfrentaram excesso de chuvas. Condições de preços são favoráveis com patamares 15% maiores do que os da última safra

Podcast

Minas Gerais avança na colheita do milho e produtividade fica entre 15% e 20% menor do que safra passada

Download

LOGO nalogo

A colheita da segunda safra de milho em Minas Gerais está bastante desuniforme. Enquanto alguns produtores já encerraram seus trabalhos, outros ainda estão no começo das atividades, já que o plantio foi atrasado nesta temporada.

Segundo o presidente da Comissão de Grãos da Faemg, Claudionor Nunes de Morais, as duas primeiras etapas de plantio, entre o final de janeiro e começo de fevereiro, são as que normalmente produziriam mais, mas os resultados ficaram menores do que os da safra passada, 120/130 sacas por hectare contra 150/160 sacas nas melhores lavouras.

Já para as áreas semeadas na terceira e quarta parte da janela, os resultados estão semelhantes aos do ano passado, com produtividade de até 140 sacas por hectare nas propriedades com mais investimento e tecnologia.

Morais destaca ainda que as vendas futuras deste cereal, fechadas ainda em 2019, foram efetivadas com preços 15% maiores do que os da safra anterior, e que os patamares atuais são ainda maiores, o que beneficia aqueles produtores com capacidade de armazenagem dos grãos.

Confira a entrevista completa com o presidente da Comissão de Grãos da Faemg no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário