Com colheita do milho encerrada, Tapurah/MT contabiliza ganhos do grão e se prepara para plantio da soja

Publicado em 12/08/2020 12:03 e atualizado em 12/08/2020 13:07 755 exibições
Silvésio de Oliveira - Produtor Rural da região de Tapurah/MT
Produtores buscam combater focos de incêndio e avançar nas preparações de solo com aplicação de calcário, fósforo e adubo na preparação para a safra de soja 2020/21. Expectativa é iniciar semeadura entre setembro e outubro de olho nas chuvas que podem atrasar

Podcast

Com colheita do milho encerrada, Tapurah/MT contabiliza ganhos do grão e se prepara para plantio da soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da segunda safra de milho já foi encerrada em Tapurah no Mato Grosso e os resultados obtidos ficaram em linha com as expectativas do produtores, que era de alcançar uma média de produtividade próxima das 110 sacas por hectare.

Segundo o produtor rural Silvésio de Oliveira, as condições climáticas para esta safra foram positivas e ajudaram no desenvolvimento das lavouras. Aliado a isso, o cenário de mercado para o grão também é favorável para o agricultor.

Cerca de 80% desta produção já foi negociada com preço médio menor do que R$ 30,00, já que muitos contratos foram firmados ainda no ano passado com valores inferiores a R4 20,00. Neste momento, a saca de milho vale até R$ 38,00 e estimula negociações para as próximas safras em 2021 e 2022.

Agora, o foco dos produtores está em evitar incêndios nas lavouras, já que o tempo está muito seco no município, e realizar os manejos de preparação para o plantio da soja verão 20/21 com aplicações de calcário, fósforo e adubos.

Oliveira comenta que a expectativa é iniciar a semeadura da soja entre setembro e outubro, já que as previsões climáticas apontam escassez de chuvas durante o mês de setembro, o que pode ocasionar atraso nestas atividades.

Confira a entrevista completa com o produtor rural de Tapurah/MT no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário