Guaíra/PR chega perto do fim da colheita do milho e consolida perdas de 50% na produtividade

Publicado em 18/08/2020 11:46 1515 exibições
Silvanir Rosset - Presidente do Sindicato Rural de Guaíra/PR
Atraso no plantio e estiagem deixou média de produtividade entre 60 e 70 sacas por hectare neste ano. Expectativa para próxima safra de soja é alta após as chuvas retornarem ao município e previsão é semear as lavouras mais cedo neste ano

Podcast

Guaíra/PR chega perto do fim da colheita do milho e consolida perdas de 50% na produtividade

Download

LOGO nalogo

Os produtores de Guaíra no Paraná já colheram 90% da segunda safra de milho e os resultados obtidos estão confirmando a expectativa de grandes perdas de produtividade após atraso no plantio, estiagem e ataque de pragas.

Segundo o presidente do Sindicato rural de Guaíra/PR, Silvanir Rosset, a safra passada teve produtividade média entre 100 e 120 sacas por hectare e a atual está entre 60 e 70 sacas, sendo que algumas áreas tiveram perdas ainda mais severas do que estas.

Para a liderança a pandemia do Coronavírus modificou o mercado neste ano e levou muito produtores a buscarem vendas diante das incertezas de demanda e logística do setor. Com isso, a maior parte da comercialização ocorreu com preços entre R$ 30,00 e R$ 35,00 contra os atuais R$ 46,50.

Já para a próxima safra de soja 20/21 as perspectivas são boas. Rosset destaca que a chuva dos últimos dias ajudou a recuperar as reservas do solo após um período muito escasso de índices pluviométricos e os produtores já estão preparados para iniciar a dessecação de suas áreas.

O plantio deve começar já em 10 de setembro, caso as próximas chuvas previstas realmente aconteçam, e as vendas antecipadas estão aquecidas. Muitos contratos já foram fechados ao redor dos R$ 80,00 a saca, mas hoje este patamar é de R$ 100,00, inclusive estimulado negócios para a safra 2021/22.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Guaíra/PR no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário