Abramilho destaca momento ideal para investir no aumento de produtividade do milho “o momento é bom e o horizonte é positivo”

Publicado em 08/09/2020 11:19 e atualizado em 08/09/2020 14:21 1640 exibições
Cesário Ramalho - Presidente da Abramilho
Presidente da Associação acredita na manutenção dos preços altos para os produtores brasileiros e em um mercado com oferta restrita até a chegada da próxima safra. Exportações seguem forte e devem ultrapassar as 30 milhões de toneladas

Podcast

Abramilho destaca momento ideal para investir no aumento de produtividade do milho “o momento é bom e o horizonte é positivo”

Download

LOGO nalogo

“O milho é o grande grão dos próximos 10 anos porque há uma grande demanda por proteína animal”. Essa é a visão do presidente da Abramilho (Associação Brasileira dos Produtores de Milho), Cesário Ramalho da Silva, para o futuro da cultura no Brasil. A expectativa da liderança é que o setor possa crescer 10% já para a próxima safra 2020/21.

“Nós temos que ter ganhos de produtividade. Eu estou melhorando a minha terra e a qualidade dos meus equipamentos para ganhar mais com menos. Se você tem condição tem que crescer. O momento é bom e o horizonte positivo, nós somos o grande país fornecedor de alimentos”, afirma da Silva.

Para sustentar essa visão positiva, a liderança cita a demanda aquecida por proteínas animais, em especial do frango, por países como China, Singapura, Malásia, Vietnã, Egito, Japão e Irã, que já costumam comprar do Brasil, seja o animal ou seja o grão.

Para este ano, a entidade estima que cerca de 30 milhões de toneladas já tenham sido comprometidas para exportações embarcadas até o final de 2020, com este volume podendo crescer ainda mais, já que há apetite internacional pelo grão.

No cenário interno, da Silva enxerga um momento de oferta restrita até a chegada da próxima safra em maio/21, com os vendedores segurando os volumes ainda disponíveis apostando neste mercado que deve seguir positivo ao produtor.

“O mercado é firme, estável e de alta. Eu acho muito difícil recuar mercado e sou otimista. O milho vai ficar muito estreito até começar a colheita da safra de verão. Até lá, vamos ter um mercado mais difícil para o abastecimento”.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente da Abramilho no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário