HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Frederico Westphalen/RS não recebe chuva há 60 dias e lavouras de milho estão totalmente perdidas

Publicado em 04/11/2020 15:21 e atualizado em 08/12/2020 10:30 1145 exibições
Danilo Vanzin - Presidente do Sindicato Rural de Frederico Westphalen/RS
Produtores buscam seguros agrícolas e contratos firmados antecipadamente não devem ser cumpridos. Alternativas são replantar o milho ou apostar na soja, mas atividades também estão condicionadas às chuvas

Podcast

Frederico Westphalen/RS não recebe chuva há 60 dias e lavouras de milho estão totalmente perdidas

Download

LOGO nalogo

A estiagem já dura cerca de 60 dias em Frederico Westphalen no Rio Grande do Sul e, com apenas pequenas e localizadas precipitações entre 15 e 20 mm, as lavouras de milho verão no município já estão praticamente todas perdidas.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Frederico Westphalen/RS, Danilo Vanzin, as lavouras de feijão também foram extremamente prejudicadas, assim como as áreas de pastagem para gado leiteiro. Até mesmo o replantio deste milho ou o plantio da soja não podem acontecer neste momento devido a falta de chuvas.

Com isso, os produtores da região que já enfrentaram a estiagem na safra passada, mais uma vez precisam recorrer aos seguros rurais e não devem conseguir cumprir contratos já firmados para entrega de milho.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Frederico Westphalen/RS no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Elton Szweryda Santos Paulinia - SP

    Quero PARABENIZAR o NA pela iniciativa de fazer entrevistas com pessoas que realmente estão no front, na luta, em contato direto com acontecimentos do dia-a-dia, nos trazendo informacoes veridicas do campo..., estava faltando momentos assim na programacao e todos sentiamos falta. O NA esta em nosso cotidiano, ocupando um grande espaço no enriquecimento de informacoes necessarias..., gasta-se um pouco mais tempo, mas nos suprem das realidades de nosso imenso Brasil. Entrevistas assim, nunca esquecemos, e a realidade é que importa!!

    0