Brasília vive uma "hecatombe" moral. Foram anos de corrupção aberta, alcançando muitos políticos e está na hora da limpeza

Publicado em 19/05/2017 16:09
1790 exibições
Senador Álvaro Dias responde aos internautas do Notícias Agrícolas e fala sobre o atual momento político no Brasil
Confira a entrevista com Álvaro Dias - Senador PV-PR

Podcast

Álvaro Dias - Senador PV-PR

Download

Ainda com algumas novidades sendo divulgadas no cenário político, com vídeos sendo veiculados a partir de agora, o senador Álvaro Dias (PV-PR) diz que "as denúncias são gravíssimas" e consistem em uma "hecatombe moral". "Não há como ignorar a gravidade", aponta.

Ele diz que este processo, que já vem de alguns anos de corrupção aberta, alcançou muitos políticos e que "é hora dessa limpeza". Para Dias, este é um momento decisivo para o futuro e que, se a população tiver coragem de enfrentar essa situação, será aberta uma estrada para caminhar para um futuro melhor.

Dias aponta que a operação Lava-Jato vem fazendo seu trabalho com competência. A indignação, para ele, é ver que os irmãos Batista estão livres porque delataram. "As delações acabam beneficiando os principais criminosos", destaca. Ele lembra que os irmãos Batista anteciparam a compra de dólares e venderam ações da JBS sabendo de tudo o que a delação poderia causar. "Na véspera do vazamento, aplicou-se um golpe financeiro já sabendo que o dólar se valorizaria" - fato que está sendo investigado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O senador também vê que o presidente Michel Temer, que já estava impopular, tem sua rejeição aumentada por este episódio. Dias salienta que "é evidente que ele participou de delitos graves", como crime de responsabilidade, prevaricação, obstrução de justiça, entre outros. Já tramita um processo no Supremo Tribunal Federal (STF) que implica nesses três crimes praticados pelo presidente. "Ninguém gostaria de estar falando em denúncia, mas, diante dos fatos, fomos obrigados", avalia. Com isso, as reformas em andamento também estão comprometidas, em modo de espera.

O deputado Rocha Loures, citado também na delação da JBS, ainda é uma incógnita, já que não se sabe o que ele, enquanto um homem de confiança do presidente, irá dizer a respeito das relações. Dias diz também não saber se o impeachment será instaurado, mas lembra que foi a favor do impeachment de Michel Temer junto ao impeachment de Dilma Rousseff há um ano. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também avalia a possibilidade de recursos para uma eleição direta.

Agora, os parlamentares, bem como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), devem decidir a votação do foro privilegiado, projeto proposto por dias. No Senado, a projeção é de uma aprovação tranquila e este momento deve ajudar. Entretanto, alguns senadores propõem emendas legislando em causa própria.

Por fim, ele diz que "não é o povo que não sabe votar, somos nós [políticos] que não sabemos apresentar boas alternativas para a população". Para ele, um partido que "quer nascer para ter futuro, sem esse passado triste, é uma obrigação apresentar uma alternativa". Dias diz que, caso o seu partido acredite que ele é uma boa alternativa, ele será candidato a presidente.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

3 comentários

  • marlene gonçalves da silva paraopeba - MG

    Sou de Minas Gerais, mas conheço o Paraná. Tenho acompanhado o senador Alvaro Dias no Senado, e minha admiração por ele só aumenta a cada dia. E já estou em campanha aqui em Minas (#ALVARODIASPRESIDENTE2018),... mas peço ao senador, pelo amor de Deus, que não faça aliança com nenhum partido politico; a sua aliança é com o povo, tome cuidado com espertalhões que sem sombra de dúvida vão querer migrar para o partido novo que o senhor quer criar,vão tentar migrar, não para ajudar e sim com o intuito de prejudicar. Obrigado senador pela coragem de enfrentar e defender o povo brasileiro, continuo te acompanhando.

    8
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Palavras de um simples matuto não devem ser levadas a sério, para não ser colocado a prova coloco um link para que os leitores do FALA PRODUTOR pesem as palavras escritas do autor: ... http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2690

      0
  • Valdir Edemar Fries Itambé - PR

    RODRIGO POLO PIRES... NÃO SOU NEM UMA LIDERANÇA, sou simples pequeno produtor rural, mas tenho feito minha parte, como o da maioria dos produtores rurais deste pais, safra cheia, e "armazém" vazio, até porque toda produção foi disponibilizada para pagar os custos de produção e manutenção familiar. Mesmo assim amigo, acredito que grande maioria dos produtores rurais Brasileiro NUNCA torceram pelo pior, portanto discordo de sua posição quando diz que os produtores "estão sem sombra de dúvidas menos ricos, torcendo para que mais uma vez o governo dê uma tarracada na população pobre, para pelo menos, recuperar o dinheiro que tinham ano passado"... Até porque o produtor de tudo que conquistou não foi para ser, nem para considerar-se mais rico, mas sim, mais competitivo, tudo que se conquista se transforma em estrutura e capacidade de produção para que o país tenha cada vez mais condições de garantir o aumento da produção, produção esta que vem cada vez mais beneficiando toda a sociedade Brasileira...

    Sabemos da dificuldade que se tem para unir os produtores rurais, sentimos isso na péle, e quando você cobra, questionando " Onde estão as verdadeiras lideranças que unirão essa parte da sociedade do Brasil que presta, QUE AINDA NÃO FORMARAM SEUS GRUPOS, para usar o dinheiro que possuem em favor de toda a sociedade, financiando grupos de estudos e preparando jovens lideres para ocupar futuramente as funções hoje ocupadas pelo que há de pior no Brasil? Não querem envolvimento?" ...

    Bem, ai amigo, devo dizer que para seu conhecimento, inclusive por força da Lei, muito do dinheiro do produtor, a muito esta financiando grupos de estudos e preparando jovens lideres através dos recursos destinados ao SENAR, e este de certa forma tem trabalhado neste sentido. dinheiro que nada mais é que 0,2 % do valor bruto de tudo que produzimos e comercializamos...

    Infelizmente somos sim mal representado pelos dirigentes da grande maioria dos Sindicatos Rurais, poucas são as Federações Estaduais que nos defendem, e além do mais temos uma Confederação que avalizada pela maioria das federações, relutam em trabalhar contra os interesses dos produtores rurais... É o dinheiro do pequeno do médio e grandes produtores, e em certos casos também das "elites" sendo muitas vezes mal aplicado.

    Não faço parte de nem uma ASSOCIAÇÃO, mas temos informalmente unido os produtores em grupos nas redes sociais sem LIDER, mas de forma unida a um só objetivo, temos buscado defender os nossos interesses, até porque grande parte das "lideranças das elites" que se fazem presente nas rodadas de "NEGOCIAÇÕES", muitos estão negociando o que não nos interessa...

    Em relação a certa negociações, disponibilizei ao SITE NOTICIAIS AGRÍCOLAS um ARTIGO em relação as negociações em torno do FUNRURAL, acredito que diante de toda a turbulência que aconteceu na politica nesta semana, tenha passado despercebido pela equipe site, uma vez que disponibilizei poucas horas antes de estourar as "DELAÇÕES" que todos espaço da midia nacional e aqui tivemos conhecimento.

    Minha parte tenho feito, e cobrado dos que se dizem nos representar, mas como voce bem disse amigo RODRIGO POLO PIRES, estes representantes, sejam eles Parlamentares, sejam eles das "elites do agro", estão sim junto ao Governo negociando interesses alheios aos dos produtores rurais deste imenso Brasil... Negociam interesses que podem interessar a uns e outros, menos a grande maioria do setor produtivo do AGRO BRASILEIRIO.... Segue link do artigo: FUNRURAL ? CHEGA DE POLITICAGEM, VOLTEM A LEGISLAR E A GOVERNAR... https://valdirfries.wordpress.com/2017/05/17/funrural-chega-de-politicagem-voltem-a-legislar-e-a-governar/

    Apesar de certas discordâncias, PARABÉNS pelas colocações RODRIGO POLO PIRES, continue firme com seus comentários, eles enriquecem este espaço do FALA PRODUTOR, proporcionando a nós produtores parar para debater os questionamentos que tudo tem haver com os interesses de todos os produtores rurais do Brasil, sabendo como o amigo bem disse, produtores e lideranças que estão acomodados, dormindo em berço esplêndido, sem se dar conta das "negociatas" que acontecem no poder....

    Quanto ao Senador ALVARO DIAS, sou suspeito, até porque sempre tive ele como principal líder politico do PARANÁ e do BRASIL, e a ele sempre confiei o meu voto, sem nunca ter me decepcionado até então.

    ABRAÇO E SUCESSO AMIGOS.

    0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Valdir, entrei no teu blog, é muito bom, quero te parabenizar por mais esse trabalho... sempre com você em defesa do bem comum. Excelente. Mas agora quero me manisfestar aqui para esclarecer o que foi dito, e há muito a ser dito, e é sempre bom ser criticado por alguém que se empenha de fato pela melhoria de nosso país. A questão é a seguinte, falei literalmente da elite economica e financeira ruralista, os que realmente possuem muito dinheiro e que estão retendo a safra nos armazéns esperando a desvalorização cambial, pode ter certeza de que são muitos. A esse é que me dirigi, pois só estão preocupados em recuperar o dinheiro perdido, não se importando com os rumos e destinos do país na ilusão de que se o Brasil enveredar ainda mais à esquerda, ainda assim não serão atingidos. Me responda amigo, se você tivesse uma ou duas secretárias para te ajudar, recursos para viajar, não faria mais que essa associação governamental.. Senai, que até agora não apresentou um estudo relevante sequer sobre o rumo das politicas públicas do setor agricola, até agora. E Valdir, você mais que ninguém deve saber das dificuldades de entrar nesse mundo obscuro, nebuloso, da nossa politica. Quando digo que é preciso criar grupos de estudos, falo de grupos privados e sem recursos governamentais. Isso não existe no Brasil. Como diz o padre Quevedo isso no ecxiste. Aquilo que disse, reafirmo, não são somente as idéias que devem ser combatidas, pessoas devem ser substituidas por outras que representem o ideário nacional, a identidade do produtor rural tal qual ela é. O que digo e reafirmo é que as velhas lideranças devem ser substituidas por novas, só assim é possivel mudar as idéias que governam o país. Sou só um militante, mas tenho certeza de que no Brasil existem pessoas capazes de formatar uma nova politica que permita a execução dos projetos de todos os brasileiros. Estamos juntos Valdir, sei da dificuldade extrema de ser pequeno produtor, e nesses momentos lembro de Nosso Senhor, "obrigado Pai, por ter revelado aos pequeninos",... eu creio... que a saida será pelo esforço dos pequenos produtores guerreiros do Brasil. Que assim seja. Vamos todos unidos.

      0
    • VALDIR EDEMAR FRIESITAMBÉ - PR

      Valeu amigo, como sempre, muito atencioso e objetivo.

      0
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Sem dúvida o senador Alvaro Dias sabe fazer politica, aos 20 minutos ele fala do foro privilegiado, ô palavrinha dificil, pois é, privilegiado, de privilegios que só autoridades e politicos possuem. Que se fizesse uma consulta popular, veriamos se o povo apoia a posição dos politicos de manutenção dessa excrecência, desse privilégio infame, absurdo. O próprio senador Álvaro Dias denuncia que politicos criminosos, bandidos perigosos, tem poder de votar contra a extinção do foro privilegiado. E nossa bancada ruralista? Aquela que chama o Meirelles e o faz sentar numa cadeira de plástico lá no cafofo em Brasilia, das "entidades representativas". A bancada que bota na roda o presidente da república!? E aí vem gente culpar o povo, que culpa tem o povo se essas nulidades dizem uma coisa e fazem outra? Que culpa tem o povo se os candidatos que se apresentam são uns piores que os outros? O que dizer dessa elite economica ruralista que não faz nada? É fácil culpar o povo, o sujeito que sai as 6 de casa e chega em casa as 8, para no máximo manter comida e roupa de segunda para a familia, esse é o culpado. A elite segundo os oportunistas de plantão, é que salva o país, que carrega nas costas e não sei o que! O agronegócio inteiro não tem força para sustentar isso que aí está, o país está quebrado, e produtores que estão com os silos cheios perderam dinheiro, e se por acaso continuam ricos, estão sem sombra de dúvidas menos ricos, torcendo para que mais uma vez o governo dê uma tarracada na população pobre, para pelo menos, recuperar o dinheiro que tinham ano passado. É feio isso, pois são atos que não se justificam. E o foro privilegiado prejudica o país inteiro, é através dele que os politicos se safam da justiça, só tem comunista bandido no STF, e o Fachin é comunista também, é comprometido partidariamente, ele nao devia estar ocupando o cargo que ocupa. Me pergunto onde está a verdadeira elite ruralista brasileira, a honesta, a que está sofrendo com tudo isso, com os projetos parados por que se tornou impossivel e inviável investir. Onde estão as verdadeiras lideranças que unirão essa parte da sociedade do Brasil que presta, que ainda não formaram seus grupos, para usar o dinheiro que possuem em favor de toda a sociedade, financiando grupos de estudos e preparando jovens lideres para ocupar futuramente as funções hoje ocupadas pelo que há de pior no Brasil? Não querem envolvimento? Não querem cobrar essa bancada de oportunistas imprestáveis? Não querem botar pressão? Então pastem, é isso o que vai restar para todo o povo brasileiro se o comunismo socialista do Brasil sair vitorioso.

    0