Álvaro Dias: "Se não houvesse foro privilegiado, Temer estaria preso há muito tempo"

Publicado em 22/03/2019 15:31 e atualizado em 25/03/2019 11:15
1561 exibições
Senador Álvaro Dias fala com exclusividade ao Notícias Agrícolas e diz que o Brasil precisa urgentemente acabar com os privilegiados abrigados debaixo do tapete do foro privilegiado
Álvaro Dias - Senador Podemos-PR

 

 

Podcast

Entrevista com Álvaro Dias - Senador Podemos-PR sobre o Foro privilegiado

Download

 

 

LOGO nalogo

“Nesses cinco anos da Operação Lava Jato tivemos 285 condenações dos sem foro privilegiado, perfazendo mais de 3 mil anos de pena. Já aqui, onde tem o foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal, apenas uma condenação com 13 anos de pena. Essa é a grande diferença, sem o foro privilegiado cadeia, com o foro impunidade”, essa é a opinião do senador Álvaro Dias sobre o foro privilegiado.

Em entrevista especial ao Notícias Agrícolas, o senador do Podemos do Paraná explicou que o foro privilegiado surgiu para oferecer a prerrogativa à autoridades de só serem julgadas pelo Supremo Tribunal Federal.

Mas nos dias de hoje, considera que esse preceito, que beneficia mais de 55 mil autoridades no país, deveria acabar, assim como acontece em outros países do mundo como Israel, em que um presidente e um primeiro ministro foram presos em primeira instância, e os Estados Unidos, em que o presidente Bill Clinton também já foi julgado por uma juíza de primeira instância.

“É humanamente impossível os 13 juízes do STF fazerem todos os julgamentos das ações que envolvem autoridades brasileiras nesse sistema corrupto e, não havendo julgamento, faz com que a impunidade vença a justiça e o fim do foro privilegiado acaba com isso. Eu chamo de salto civilizatório porque esse atraso do foro nos coloca em uma situação de constrangimento dentro da comunidade internacional, já que não temos em nenhum lugar do mundo algo parecido”, explica Dias.

Caso o foro privilegiado já tivesse acabado, Álvaro Dias acredita que o ex-presidente Michel Temer já haveria sido preso anteriormente.

“Essa prisão já era esperada, porque o presidente Temer foi denunciado duas vezes pela Procuradoria Geral da República, acabou sendo protegido pela Câmara dos Deputados e nós podemos imaginar a que preço protegeu o ex-presidente Temer. Esse é o grande exemplo, com foro privilegiado a impunidade derrota a justiça, sem o foro privilegiado o caminho é a cadeia. Enquanto teve foro privilegiado, o presidente Michel Temer ficou livre, acabou o foro privilegiado com o fim de seu mandato ele foi para a cadeia”, pontua o senador.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Temer, Moreira Franco e coronel Lima depõem na sede da PF no Rio (R7)

Ex-ministro dos governos Dilma e Temer e amigo de ex-presidente saíram de unidade prisional em Niterói na manhã de sexta; Franco foi o primeiro a depor

O ex-ministro Moreira Franco e coronel Lima, amigo do ex-presidente Michel Temer, deixaram a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, na região metropolitana do Rio, na manhã desta sexta-feira (22) para prestar depoimento na sede da Polícia Federal do Rio, na região portuária da capital. Temer também deve ser ouvido hoje.

Lava Jato cumpre mandado de prisão contra Michel Temer

Moreira Franco foi o primeiro a ser ouvido pelos promotores. A expectativa era que ele prestasse esclarecimentos sobre a delação de Lúcio Bolonha Funaro. O doleiro apontou que o ex-ministro estaria envolvido em esquemas de fraude no período em que foi vice-presidente da Caixa Econômica Federal. Ainda não há informações sobre o teor do depoimento.

João Baptista Lima Filho é policial militar reformado e suspeito de ser um dos operadores financeiros do emedebista. Ele entrou para a sala onde será ouvido no início da tarde. 

O ex-ministro de Minas e Energias do governo Temer foi preso na manhã de quinta-feira (21) por policiais federais ao sair do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, zona norte do Rio.

Coronel Lima foi preso em sua casa, na capital da São Paulo. Enquanto estava sentado dizendo que passava mal, o policial militar reformado tentou esconder no sofá de sua residência alguns aparelhos celulares dos agentes da PF.

Operação Descontaminação

Além de Franco, Lima e Temer, outras sete pessoas foram presas durante a operação Descontaminação, com mandados expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal do Rio de Janeiro.

Além do Estado fluminense, a ação realizou prisões e apreensões no Distrito Federal, Paraná e São Paulo.

A operação de hoje é decorrente da Operação Radioatividade. A investigação tem como base as delações do empresário José Antunes Sobrinho, ligado à Engevix, e do corretor Lucio Funaro.

Temer está extremamente indignado com prisão, diz ex-ministro Marun

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ex-presidente Michel Temer está "extremamente indignado" após ter sido preso pela Polícia Federal, disse nesta sexta-feira o ex-ministro Carlos Marun, que visitou Temer na Superintendência da PF no Rio de Janeiro após a prisão do emedebista por suspeita de chefiar uma organização criminosa que atua há 40 anos desviando recursos públicos.

"Estive aqui ontem, encontrei o presidente extremamente triste e até indignado, porque como conhecedor do direito que ele é, ele sabe que esta sendo alvo de uma prisão arbitrária e ilegal", disse Marun ao chegar à PF no centro do Rio de Janeiro nesta sexta-feira para visitar Temer novamente.

"Ontem estava extremamente triste e extremamente indignado, mas sendo tratado com dignidade e respeito", acrescentou o ex-ministro da Secretaria de Governo, que disse ter sido autorizado a fazer a visita na condição de advogado, apesar de não estar cadastrado como defensor de Temer na causa.

Temer foi preso na quinta-feira pela PF, em São Paulo, no âmbito da operação Descontaminação, braço da Lava Jato que apura irregularidades na Eletronuclear, e foi acusado por procuradores do Ministério Público Federal de chefiar uma organização criminosa que atua há 40 anos desviando recursos públicos e cujas propinas recebidas e promessas de vantagens somam 1,8 bilhão de reais.

Também foram presos na operação, que apura propinas pagas em troca de contratos de obras na usina nuclear de Angra 3, o ex-ministro Moreira Franco, aliado de longa data do ex-presidente e que ocupou os ministérios de Minas e Energia e da Secretaria-Geral da Presidência durante o governo do emedebista, e o coronel da reserva da Polícia Militar de São Paulo João Batista Lima Filho, amigo pessoal e apontado como operador financeiro de Temer.

De acordo com a PF, Temer está sendo mantido em uma sala de 20 metros quadrados, com banheiro e frigobar. Está previsto depoimento do ex-presidente nesta sexta-feira, assim como de Moreira e do coronel Lima, que estão presos em uma unidade da Polícia Militar do Rio em Niterói, mas que foram levados à Superintendência da PF nesta manhã.

.

TRF-2 só julgará na quarta-feira pedidos de liberdade de Temer, Moreira e demais investigados

Como O Antagonista antecipou, o desembargador Ivan Athié, do TRF-2, decidiu enviar para a 1ª Turma os pedidos de liberdade de Michel Temer, Moreira Franco, coronel Lima e demais investigados.

Na mesma decisão, Athié abriu a possibilidade de que Marcelo Bretas reconsidere a prisão de Temer, considerando os argumentos apresentados pela defesa no HC.

Ou seja, o ex-presidente vai passar o fim de semana em cana.

Prisão de Temer sepulta a narrativa de perseguição a Lula. Saiba mais

Por: João Batista Olivi e Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas/Reuters

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Senador Alvaro Dias, voce falou que o povo vota errado e isso não é correto. Por que diabos voces não apoiam o voto distrital puro? Por que não querem o recall? Voce também diz que a atividade parlamentar deve ser valorizada, e eu digo que é preciso tirar boa parte do poder que voces tem, pois ficam legislando para regular e oprimir o povo e não para controlar o poder monstruoso do estado sobre a sociedade civil. É preciso uma reforma constitucional sim, mas uma reforma que descentralize o poder, transferindo quase tudo para estados e municipios. Fragmentando e descentralizando o poder vai ficar mais dificil de roubar, e os ladrões buscarão outras profissões, e vai ficar mais dificil o estabelecimento de "campeões mundiais", ou "reis" de qualquer natureza.

    É preciso limitar principalmente o poder do presidente da república, para que se um dia o país vier a cair na mão de um psicopata como o Lula ou a Dilma, não fique desgraçado como está agora. Voces não ligam, fazem de conta que não é com voces, os doze milhões de desempregados, a miséria em que vivem mais de 50 milhões de brasileiros. Brasilia é uma maravilha, o sujeito se elege em um estado e depois vai para Brasilia, onde não pode ser controlado, dessa forma podendo fazer o que quer, unica e exclusivamente em beneficio próprio. O estado que voces representam, não representa o povo, é uma draga que canaliza todo o dinheiro do país para fornecer e distribuir privilégios, imunidades e impunidades;

    O estado brasileiro foi constituido de forma que os politicos façam o que querem sem dar satisfações alguma para o povo. O senador Alvaro Dias fala com todas a letras que é um anseio da sociedade, que é vontade do povo o fim do foro privilegiado, e os politicos não votam. Isso é democracia? Só na cabeça de esquerdistas. Quem criou as condições para que qualquer grupo organizado que queira algum "direito" possa ter representação, obrigando o resto da sociedade a pagar por aquilo que querem? Não é a toa que prefeituras e governos sejam os maiores "empregadores" na maioria dos municipios e estados brasileiros, sem falar no pantagruélico, no monstruoso poder central que há em Brasilia. Lá voces pretendem decidir, se isso fosse possivel, até o que posso ou não posso comer aqui onde estou. Voces querem decidir o que posso pensar e o que não posso pensar, o que posso dizer e o que não posso dizer. Prerrogativa do povo, dizer o que pensa sobre os politicos e burocratas, o povo brasileiro não é burro. Os criminosos conseguiram um poder quase ilimitado no país e agora estão levando um revés, é ridiculo um mequetrefe como Temer ficar triste e irritado com sua prisão, ele nunca ficou triste pela desgraça que ajudou a causar para milhões de brasileiros. Não tem mais volta, nós o povo é que vamos mudar esse país e não os politicos e burocratas. O estado através dos politicos não quer orientar a sociedade em cima de valores instituidos, quer dominar a economia do país, que é onde está o dinheiro, por isso querem construir usinas nucleares, financiar projetos dos amigos, usinas de etanol, frigorificos, laticinios, qualquer coisa que possa gerar riqueza,... para voces.

    Voces decidem o que produzir, como produzir, onde produzir e quem vai produzir. Isso não é o socialismo comunista marxista, mas é outro tipo de socialismo em que uma casta aboletada no poder domina tudo e todos. O país está uma desgraça, graças a voces politicos, embora concorde que o povo tem sua parcela de culpa por não ter formado militancia politica capaz de controlar o poder na mão do estado e seus burocratas. É preciso acabar com os "sistemas" centrais, em que as decisões vem goela abaixo, lá de cima, obrigando os que estão embaixo a acatar todo e qualquer absurdo que voces "decidam", não em nome do povo, mas em nome de um poder criado por voces mesmos e que pretende ser ilimitado.

    A lava jato, com o apoio desses que voce chama "extrema" direita, sendo que no Brasil não existe sequer uma "direita" organizada, foram os responsáveis por escancarar ao mundo a podridão que é o sistema politico brasileiro. Temer representa politicamente o centro a que voce se referiu, e que segundo o que voce diz, tem certa inteligencia. A inteligencia necessária para roubar o pão da mesa dos brasileiros e tirar o leite de seus filhos.

    Por fim, o ex presidente Michel Temer não merece ser tratado com dignidade e respeito, ele deve ser esculachado e desrespeitado da mesma forma que autoridades e burocratas esculacham e desrespeitam os brasileiros todos os dias.

    4
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Rodrigo, posso estar errado mas, segundo consta o antigo PMDB paulista, hoje MDB, te plenos poderes na CONAB e, esse grupo tem que prestar conta ao Temer. ... ... Haja vista que o ex-ministro da Agricultura, Wagner Rossi, que foi defenestrado do cargo, porque pegava carona no jatinho da Ouro Fino de Ribeirão Preto para São Paulo. Antes de ser ministro era ele era o "chefe" da CONAB no estado de São Paulo. Com sua ida para o ministério, seu filho Baleia Rossi, então deputado estadual, assumiu a vaga. Hoje Baleia Rossi está em Brasília como deputado federal. Veja que ser parasita nesse país compensa. ... ... Há varios processos contra essas pessoas que citei, de má gestão na CONAB. Mas, os processos andam de acordo com os interesses do político de plantão. ... ... ... ... Veja como são as coisas no Brasil, nós cidadãos comuns, ignoramos a maioria das regras e leis a que estamos subordinados e, vira mexe essa corja que tem o poder da caneta, nos multam. Para resolvermos, na maioria das vezes é pagar e, ficar quieto. ... Agora esses que legislam em causa própria, se fazem alguma coisa errada, com provas, depoimentos de testemunha; arrastam o processo no máximo de tempo e, a partir daí, os crimes prescrevem, a idade do criminoso atinge o limite e, ele fica inimputável. Enfim, o caso "Maluf" é um bom exemplo.... ...

      1