Estudo mostra que Ásia será o maior consumidor de produtos do Agro nos próximos 10 anos, Europa terá crescimento vegetativo

Publicado em 20/05/2019 14:40 e atualizado em 20/05/2019 18:44
1512 exibições
Farsul traz norte para ações e estratégias de mercado ao apresentar relatório que mostra onde acontecerá demanda por alimentos nos próximos 10 anos
Antônio da Luz - Economista - FARSUL

Podcast

Projeções para a produção de alimentos em 2026 - Antônio da Luz - Economista - FARSUL

Download

 

LOGO nalogo

Nesta segunda-feira (20), o economista da FARSUL, Antônio da Luz, conversou com o Notícias Agrícolas para divulgar uma pesquisa feita por ele, que mostra as projeções de demanda para o futuro dos principais produtos agropecuários para 2026.

Ele salienta que esses estudos são importantes para se ter um olhar para o mercado e não responder apenas perguntas de curto prazo. Como ele lembra, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) tem projeções para exportação mas não tem para consumo.

Até 2026, a projeção mostra que haverá um aumento de demanda para o milho em 239 milhões de toneladas, sendo 127,26 milhões de toneladas apenas do mercado asiático.

Por sua vez, o crescimento da demanda da soja é mais lento: são apenas 78 milhões de toneladas a mais, sendo 49,51 milhões de toneladas da Ásia.

Confira a entrevista completa no vídeo acima

Saiba mais: Pense no futuro: Projeções para a produção e consumo de alimentos 2026, por Antônio da Luz

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Rafael Antonio Tauffer Passo Fundo - RS

    Excelente estudo sr.Antônio da Luz, continue assim ... o Brasil precisa de pessoas como vc ... e veja como são as coisas no Brasil, a CONAB, com uma verba pública gigantesca, nunca teve a capacidade de fazer um estudo desses.

    0
    • ANTONIO DA LUZPORTO ALEGRE - RS

      Muito Obrigado pelas generosas palavras, Sr. Rafael Tauffer. É por produtores, como o senhor, que vale a pena acordar cedo, dormir tarde e elaborar estudos como esse. Abraço

      0