Eduardo Bolsonaro cria caso com a China. Isso é método? Ou tem coisa por trás...

Publicado em 19/03/2020 16:45 e atualizado em 19/03/2020 20:16
6917 exibições
Entrevista com Antônio Fernando Pinheiro Pedro - Advogado e Vice-Presidente da Associação Paulista de Imprensa
Antônio Fernando Pinheiro Pedro - Advogado e Vice-Presidente da Associação Paulista de Imprensa

Podcast

Eduardo Bolsonaro cria caso com a China. Isso é método? Ou tem coisa por trás...

Download

Embaixada da China protesta contra Eduardo Bolsonaro por culpar país por pandemia

LOGO estadao

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, usou as redes sociais nesta quarta-feira, 18, para exigir retratação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que mais cedo postou mensagem em que culpa o país pela pandemia do novo coronavírus. O representante de Pequim disse que o filho do presidente Jair Bolsonaro feriu a relação amistosa com o Brasil e "precisa assumir todas as suas consequências".

O embaixador publicou uma sequência de mensagens em que repudia a atitude do filho do presidente Jair Bolsonaro e menciona o chanceler Ernesto Araújo e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "As suas palavras são um insulto maléfico contra a China e o povo chinês", disse o embaixador. A China é o principal parceiro comercial do Brasil.

Em postagem no Twitter, Eduardo Bolsonaro republicou a mensagem de outro usuário que escrevera: "A culpa pela pandemia de coronavírus no mundo tem nome e sobrenome. É do Partido Comunista Chinês". O parlamentar ainda acrescentou uma comparação com o desastre nuclear de Chernobyl e disse que o governo de Xi Jinping, chamado por ele de "ditadura", escondeu a epidemia.

"Quem assistiu (sic) Chernobyl (filme sobre o desastre nuclear) vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. Mais uma vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. A culpa é da China e liberdade seria a solução", escreveu o deputado.

Eduardo preside a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados e tem influência direta na condução da política externa brasileira. Eduardo é declaradamente fã do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que também havia se referido ao coronavírus como "vírus chinês".

O perfil oficial da embaixada chinesa no Twitter também protestou contra o filho do presidente: "As suas palavras são extremamente irresponsáveis e nos soam familiares. Não deixam de ser uma imitação dos seus queridos amigos. Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizade entre os nossos povos".

'Jamais ofendi o povo chinês. Não desejamos problemas com a China', diz Eduardo

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou nesta quinta-feira, 19, que jamais ofendeu o povo chinês e que o Brasil não quer problemas com o país asiático. Foi um recuo do filho do presidente Jair Bolsonaro após criar uma crise diplomática entre os países. Na quarta, Eduardo culpou a China pela pandemia de coronavírus e enfrentou uma repercussão imediatamente negativa.

"Jamais ofendi o povo chinês", diz Eduardo em nota. "Esclareço que compartilhei postagem que critica a atuação do governo chinês na prevenção da pandemia, principalmente no compartilhamento de informações que teriam sido úteis na prevenção em escala mundial."

Além de culpar a China pela pandemia, Eduardo tinha comparado o coronavírus com o desastre nuclear de Chernobyl e disse que o governo Xi Jinping, chamado por ele de "ditadura", escondeu a epidemia. "A comparação entre o coronavírus e a tragédia da usina nuclear de Chernobyl não é novidade. Ambos os casos ocorreram em países cuja a liberdade de expressão e imprensa eram/são limitados pelo governo."

Eduardo minimizou o próprio tuíte ao afirmar não crer que sua publicação pudesse causar problemas entre os dois países. Filho do presidente, ele causou uma saia-justa entre o Brasil e a China. O embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, usou as redes sociais para exigir retratação. Wanming disse que Eduardo tinha ferido a relação amistosa com o Brasil e precisava "assumir todas as suas consequências". Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) pediu desculpas ao país e frentes parlamentares repudiaram os comentários de Eduardo.

"Não desejamos problemas com a China e certamente, o país asiático também não busca conflitos com o Brasil", respondeu Eduardo nesta quinta. "Não creio que um tweet isolado de um parlamentar levantando questionamentos sobre a conduta de um governo estrangeiro tenha condão para tanto, visto que a discussão de pautas globais é prática normal na comunidade internacional, servindo para aperfeiçoamento de políticas de governo ao redor de todo o mundo."

Após o vice-presidente Hamilton Mourão vir a público nesta quinta para dizer que Eduardo não falava pelo governo, o deputado reforçou: "jamais tive a pretensão de falar pelo governo brasileiro, mas devido a toda essa repercussão, despido de qualquer vaidade ou ego, deixo aqui cristalina que minha intenção, mais uma vez, nunca foi a de ofender o povo chinês ou de ferir o bom relacionamento existente entre os nossos países "

Itamaraty

Para o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, a reação do embaixador chinês às declarações de Eduardo foi "desproporcional" e feriu "a boa prática diplomática", de forma que o governo brasileiro espera agora uma retratação por parte do embaixador da China. Apesar de ter ressalvado que o deputado não "ofendeu o chefe de Estado chinês", Araújo disse também que as críticas do filho do presidente Jair Bolsonaro à China "não refletem a posição do governo brasileiro".

Após declaração de Eduardo Bolsonaro, senador Anastasia pede desculpas à China em nome do Senado brasileiro

Em nome do Senado, o vice-presidente da Casa, Antonio Anastasia (PSD-MG), encaminhou uma carta ao embaixador da China no Brasil pedindo desculpas após declarações do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na quarta-feira, 18, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez o mesmo gesto.

O filho do presidente Jair Bolsonaro postou nas redes sociais que a pandemia do novo coronavírus é culpa do país asiático. A carta do Senado foi encaminhada ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. Anastasia pediu que o documento chegasse ao presidente da China, Xi Jinping. A correspondência não cita diretamente o comentário de Eduardo.

"Assim, como arrimo na sólida parceria já existente entre Brasil e China, apresento a Vossa Excelência e a todo povo chinês, em meu nome em nome do Congresso Nacional, nosso respeito, solidariedade e também nossas desculpas, reafirmando que nenhum obstáculo poderá separar nossos povos no combate a uma doença tão intensa e arrasadora que muito nos assusta e comove pelas sucessivas e danosas consequências que, sabemos, transcendem ao corpo", diz a carta.

A correspondência foi assinada por Anastasia a pedido do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que está em quarentena após ser diagnosticado com coronavírus.

Fonte:
Notícias Agrícolas/AgenciaEstado

17 comentários

  • Mario Hisashi Misawa Estrela do Sul - MG

    O Brasil tem que dar gracas a Deus por estarmos "tentando" retornar do descalabro e 'terra arrasada' que DILMALULA deixaram e tambem entregaram para China, muito de nosso setor já faz parte da China.

    13
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Mario, a fala do deputado Eduardo Bolsonaro expôs a subserviência do parlamento brasileiro que está no bolso dos chineses, eles se precipitaram e deixaram a mostra que na cabeça deles já mandam no Brasil.

      9
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. Mario, você já ouviu falar de uma empresa mundial chamada State Grid? Pois é ... É uma empresa estatal chinesa, que desde 2017 é dona da CPFL no estado de São Paulo, de 2/3 da distribuição de energia do estado do Rio Grande do Sul, através da empresa RGE, da qual, também, é dona. Enfim, não é somente no setor agrícola que estão presentes. ... ... ... O que devemos fazer fazer é criar mecanismos para que não haja submissão aos interesses ideológicos. ... De antemão, acho bem difícil pois, com esses representantes que temos, penso, vamos afundar na água que nem martelo sem cabo ! ...

      5
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Veja como o dinheiro "move montanhas". ... A China, como é sabido por todos é um país que tem sua matriz energética a partir da queima do carvão. Isto eleva o nível de poluentes a níveis danosos a saúde humana. No caso, dos chineses. Em vez dessa empresa estatal, do ramo energético, investir em melhorias para os chineses, sai pelo mundo, comprando o que encontra, para gerar e distribuir energia para outros povos !!! HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DA DINAMARCA !!!

      7
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      COMPLETANDO: ..."as montanhas" no caso, são as pessoas que criam regras para as instituições que controlam o poder sobre o público. ... ... No caso, a geração e distribuição de energia... ... ... PORQUÊ É ACEITO A ENTRADA DE UMA EMPRESA ESTATAL DE UM GOVERNO COMUNISTA NO NOSSO PAÍS, ADQUIRINDO EMPRESAS ESTRATÉGICAS ???

      7
  • Luiz Ribeiro Villela São Paulo - SP

    A CHINA É QUE DEVE DESCULPAS... ESSE IDIOTA DO ANASTASIA SE ESTIVESSE NA CHINA SERIA FUZILADO.

    8
  • Rivaldo Ribeiro Maringá - PR

    ...é hora de pensarmos bem na reeleição e no que nos espera em 2022....será isso de novo ou o PT ? haverá um terceiro caminho (Dória, Alckmin)...reflitamos....

    39
    • Mario Hisashi Misawa Estrela do Sul - MG

      Dória é outro MALUF/Alckmin.. isso todo mundo ja sabe...

      0
  • Osler Desouzart São Paulo - SP

    Ajudaria muito o país se ele e seus irmãos falassem menos e pensassem antes de falar. Prejudicam o presidente e dão munição aos muitos, muitos mesmo, que desejam a preservação do status quo de capitanias hereditárias de órgãos para favorecer toda a gama de ilícitos que sabemos. A China neste momento merece todos os elogios. Está doando equipamentos, inclusive os vitais de respiração, e seus cientistas estão compartindo as informações de como controlar e combater o Covid-19 que colheram a custa de todos seus mortos. A China merece a Ordem do Cruzeiro Sul e não críticas. Um belo desastre, Deputado, para gáudio do inimigo. Peça desculpas formais e públicas à China e ao povo chinês. E fale menos

    31
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Ajudaria muito se os comunistas chineses tivessem alertado o mundo muito antes. Taiwan escapou porque desconfiou a tempo. Máscaras e equipamentos de respiração não resolvem nada se não houver UTIs suficientes. Na Itália e Espanha estão precisando escolher quem morre e quem sobrevive.... Agradeça ao regime comunista chines.

      15
    • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

      ...só falta mesmo ter que pedir desculpa por criticar uma ditadura e sua censura e repressão.. "desculpa lider supremo, continue prendendo os medicos, jornalistas e qualquer um que exponha fatos".

      11
    • Mario Hisashi Misawa Estrela do Sul - MG

      A china vai dominar o mundo sem que para isso tenha que dar um tiro sequer, basta infiltrar na economia e miná-la. muitos paises do mundo vai estar voltado para render para a China

      1
  • Fernando Cardoso Gonçalves Santiago - RS

    Bom dia! É importante esclarecer algumas coisas sobre esse episódio.

    Em 2002, a Argentina escondeu do mundo todo que o seu rebanho de gado estava com diversos focos de Febre Aftosa. Por mais de 60 dias os focos proliferaram e se alastraram por Paraguay, Uruguay e finalmente Brasil (Rio Grande do Sul). Como se alastrou? Pelo trânsito das pessoas, que não sabiam ou sabiam e não deram importância.

    Eu cito esse exemplo para demonstrar o que a omissão de um Estado proporciona para a população, empresas, produtores, em fim, toda a consequência do dano provocado. Naquela oportunidade, os problemas foram com animais e o prejuízo foi do pecuarista. Lucro das Indústrias....

    Outra questão que é importante, diz respeito a organização política da China. Eles não sabem o que é uma eleição! Eles não sabem o que significa um Deputado Federal. Eles não sabem a diferença entre um Deputado Federal e o Governo Brasileiro. Tanto isso é verdade que o Ministro Ernesto Araújo, emitiu uma nota de repúdio às declarações do embaixador chinês, que atacou o Governo e não ao Deputado, exigindo que o mesmo se retratasse.

    É óbvio que a China tem culpa nessa pandemia. Por negligência, por indolência ou por vontade própria, tudo ocorreu na cidade onde existe um laboratório de engenharia genética...O prefeito daquela cidade, colocou o cargo a disposição por ter escondido a existência do problema. (Só que jamais saberemos se ele colocou o cargo a disposição por vontade própria ou foi obrigado pelo PCC).

    Um twit de um Deputado Federal tem relevância idêntica a de outro. o Deputado Federal Van Hatten, também retuitou o mesmo twit que Eduardo. Qual foi a repercussão?

    A crítica que o Eduardo fez, foi ao Partido Comunista Chinês e não ao povo chinês. Ele culpou a ditadura chinesa por ter escondido o caso...assim como os argentinos fizeram com a Aftosa...

    Então meus caros, vamos parar de fazer o jogo da "Extrema-imprensa". Jair Bolsonaro é o Presidente da república, eleito(oficialmente) por mais de 57 milhões de votos (há quem diga que foi mais de 70). Ele tem três filhos em cargos eletivos e independentes do governo federal. Um vereador, um Dep.Federal e um Senador. Os filhos tem independência. Se concordam em ideologia e modo de pensar é problema de cada um deles, igual aos demais deputados e senadores da república.

    Afinal de contas...que regime democrático é esse que vivemos no Brasil? É a democracia da liberdade de pensamento e expressão ou a democracia da República Democrática Popular da China?

    9
  • Tiago Gomes Goiânia - GO

    Pessoal, obviamente conhecendo o governo clã Bolsonaro, fica evidente que essa mensagem foi propositalmente feita por Eduardo para desviar o foco do momento dificil que o governo vive (em parte pelo Corona em si e em parte pela maneira dele lidar com a situação). Deve ser a quinquagésima vez que eles fazem isso em momentos de crise, twitam coisas inoportunas para desviar o foco e/ou para aglutinar a militância.

    Agora vejo um certo puritanismo chinfrim aqui de alguns se oporem a ditadura Chinesa, mas a poucos dias enalteciam as ditaduras de Pinochet no Chile e de Alfredo Stroessner no Paraguai. Ou seja, conforme a situação, se a ditadura for do meu espectro ideológico tá ok, se for do outro espectro ideológico devemos abomina lá em nome do bem.

    44
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Você entende bem de "aglutinar a militância"! ... ... Foi "aglutinado" e, nunca mais saiu do curral. ... Rapaz ! ... Imagino, ou melhor, NEM imagino como você vive pois, sua visão de mundo não ultrapassa os limites do curral onde foi "AGLUTINADO" !!!

      6
  • Alcion Gehring

    Tudo é diplomacia... ele errou.

    18
  • Elmo Sanches Flumignan Londrina - PR

    Em boca fechada nao entra mosquito.

    O Deputado Eduardo Bolsonaro deveria pensar 50 vezes antes de postar qualquer mensagem, ainda que tenha razao no que afirma. Afinal, sendo filho de presidente, pode causar dificuldades para seu governo, que ja sao inumeras... Muito ajuda quem nao atrapalha.

    25
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Então tá, os chineses falam e fazem o que querem e nós ficamos calados? Não podemos dizer que a China é uma ditadura e que Xi Jinping é descendente do genocida Mao Tsé, porque os caras precisam da nossa soja?

      28
    • sandro roberto lautert condor - RS

      Pai e Filho foram eleitos pelo povo trabalhador do AGRONEGOCIO. Para transformar o País e não para falar bobagem. Este Eduardo era um Zé ninguém. que queria ser Embaixador. Vai se enxergar. Ganhando a vida com o Dinheiro Público.

      25
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Até voce tem direito de falar bobagem por que o deputado mais votado do país, e no RJ não tem soja, não pode falar a verdade?

      8
    • Daniel Ornelas Gannone

      De minha parte, não quero alguém falando verdades na função pública. Espero alguém astuto, pragmático e sem ideologias que afetem o âmbito comercial...algo que foi vendido na época eleitoral. De que adianta ele falar as tais verdades se o governo teve que ligar para o Xi Jinping para apaziguar? O mundo está em crise, tem que sair disso. Blablabla hoje não resolve, só tumultua

      1
  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    Não vejo factoide nenhum com esse numero enorme de fontes em relação a supressão de informação.

    Ter a China como cliente não quer dizer compactuar com a ditadura e o comunismo, como os partidos fisiológicos esquerdistas fazem.

    Espero que isso não seja um apoio velado a censura por aqui.

    13
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Excelente Guilherme, já tem pessoas apoiando a atitude do nhonho maia, botafogo da odebrechet - que saiu em defesa do embaixador chinês..., então é isso que querem, os chineses que parecem ser os donos da imprensa no Brasil podem falar o que quiserem, podem criticar e ofender quem bem entender, mas não podem ser criticados de maneira nenhuma, nem a verdade pode ser dita contra eles..., e ainda, no Brasil só o executivo pode ser achincalhado, o legislativo e judiciário não podem ser criticados, uma ditadura é o que querem.

      14
  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    China expulsa jornalistas, um exemplo de transparência: https://veja.abril.com.br/mundo/china-expulsa-13-jornalistas-americanos/

    4
  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    Quanto ao post que Eduardo citou, está repleto de fontes de grandes veiculos de comunicação corroborando as informações.

    Repasso a lista:

    A culpa pela pandemia de Coronavírus no mundo tem nome e sobrenome. É do Partido Comunista Chinês. E se você ainda tem alguma dúvida a esse respeito, precisa dar uma lida nessa thread.

    1. De acordo com oficiais chineses, o primeiro caso de COVID-19 aconteceu no dia 17/11/19 e o primeiro indivíduo a testar positivo para a doença apresentava sintomas em 8/12/19. Segundo o The Lancet, o paciente zero foi exposto ao vírus no dia 1/12/19.

    https://www.msn.com/en-us/news/world/the-first-covid-19-case-originated-on-november-17-according-to-chinese-officials-searching-for-patient-zero/ar-BB119fWJ

    2. A falta de condições sanitárias de um mercado de animais silvestres em Wuhan, prática comum num país que não oferece segurança alimentar, foi fundamental para o surto. Só depois do SARS-CoV-2, tardiamente, o governo chinês prometeu acabar com a prática.

    https://edition.cnn.com/2020/03/05/asia/china-coronavirus-wildlife-consumption-ban-intl-hnk/index.html

    3. Um artigo publicado em 2007 por médicos de Hong Kong já alertava que havia reservatório de coronavírus em morcegos e que o hábito do sul da China de "comer mamíferos exóticos" era uma "bomba relógio".

    Mas essa bomba não se resume à vigilância sanitária.

    https://cmr.asm.org/content/20/4/660

    4. A China é uma ditadura sem liberdade de expressão, de imprensa, política e religiosa, com ativistas de direitos humanos reiteradamente presos, torturados e condenados a campos de trabalho forçado. Foi nesse país que o SARS-CoV-2 se espalhou.

    https://oglobo.globo.com/mundo/human-rights-watch-china-ve-os-direitos-humanos-como-uma-ameaca-existencial-24189913

    5. Em 2002, as informações sobre um outro coronavírus, o SARS-CoV, foram reprimidas pela ditadura chinesa, condenando centenas de pessoas à morte. Tardiamente, o Partido Comunista admitiu os erros e demitiu o ministro da Saúde e o prefeito de Pequim.

    https://www.nytimes.com/2003/04/21/world/the-sars-epidemic-epidemic-china-admits-underreporting-its-sars-cases.html

    6. Como a preocupação de ditaduras é com a estabilidade do regime, e não com o bem-estar da população, sem enfrentar grandes resistências, o governo chinês teve com o SARS-CoV-2 os mesmos incentivos para novamente negligenciar uma pandemia de coronavírus.

    http://www.ejinsight.com/20200124-why-the-dictatorship-makes-a-deadly-virus-even-worse/

    7. No dia 30 de dezembro, quando a COVID-19 adoeceu 7 pacientes em um hospital de Wuhan, e um médico, Li Wenliang, tentou avisar outros médicos, a polícia chinesa o obrigou a assinar uma declaração de que seu aviso constituía "comportamento ilegal".

    https://www.nytimes.com/2020/02/01/world/asia/china-coronavirus.html

    8. Li Wenliang e outros sete médicos de Wuhan foram obrigados a assinar um documento admitindo "espalhar mentiras". Isolado no trato de seus pacientes, sem amparo oficial, Li acabou contraindo coronavírus e falecendo, aos 34 anos.

    https://foreignpolicy.com/2020/02/15/coronavirus-xi-jinping-chinas-incompetence-endangered-the-world/

    9. Entre o início de dezembro e 19 de janeiro, o Partido Comunista Chinês minimizou o surto a um problema local, limitado a um pequeno número de clientes de um mercado de Wuhan. Qualquer que fosse a causa da doença, "não era nada parecido com SARS". https://www.scmp.com/news/hong-kong/health-environment/article/3044723/six-more-hong-kong-patients-hospitalised-over

    10. Ainda em 26 de dezembro, um técnico de um laboratório contratado por hospitais disse que sua empresa recebeu amostras de Wuhan e chegou a uma conclusão impressionante: as amostras continham um novo coronavírus com uma similaridade de 87% com a SARS. https://www.independent.co.uk/news/world/asia/coronavirus-china-outbreak-wuhan-who-latest-a9313241.html

    11. No dia 24 de dezembro, uma amostra do SARS-CoV-2 retirada de um paciente foi enviada a um laboratório para o sequenciamento do genoma. Os resultados estavam prontos 3 dias depois, mas as autoridades de Hubei ordenaram que as amostras fossem destruídas.

    https://github.com/2019ncovmemory/nCovMemory/blob/master/archive/jpg/2100.jpg

    12. Em janeiro, a polícia ainda controlava as informações, tratando o coronavírus como um boato. Em Wuhan, esse era o discurso oficial:

    "A polícia apela a todos os internautas para não fabricarem rumores, não espalharem rumores, não acreditarem em boatos".

    https://www.washingtonpost.com/world/2020/02/04/chinese-doctor-has-coronavirus/

    13. Cabe lembrar que o Partido Comunista promove o maior ato de restrição à liberdade de expressão da História. 50 mil censuradores participam do processo de controle da internet no país, conhecido como o Grande Firewall da China. https://gking.harvard.edu/publications/how-censorship-china-allows-government-criticism-silences-collective-expression

    14. Na China, são oficialmente proibidos serviços como Gmail, Google, Facebook, Youtube, Wikipedia, Reddit, Instagram, Twitter e WhatsApp. Como o governo monitora os aplicativos permitidos, controla todo o conteúdo online e o tráfego de informações. https://en.wikipedia.org/wiki/Websites_blocked_in_mainland_China

    15. O Partido Comunista também controla todas as redações de jornal do país. Segundo a Reporters Without Borders, em 180 países listados, a China é o 177º em liberdade de imprensa. Não há acesso no país à BBC, NYT, The Guardian, WSJ, Reuters, TIME, NBC... https://rsf.org/en/ranking_table

    16. Controlando a internet e os veículos de imprensa, o Partido Comunista Chinês não teve qualquer dificuldade em atrapalhar o fluxo de informações da população sobre o coronavírus, colaborando ativamente para que o surto se transformasse numa pandemia.

    https://www.nytimes.com/2020/02/05/world/asia/china-coronavirus-censorship.html

    17. Li Wenliang, o médico whistleblower do início dessa thread, só foi liberado da prisão em 3 de janeiro, depois que assinou um documento assumindo a prática de "atos ilegais". Li contou à CNN que sua família se preocuparia se ele perdesse a liberdade.

    https://edition.cnn.com/2020/02/03/asia/coronavirus-doctor-whistle-blower-intl-hnk/index.html

    18. Outro médico, Wang Guangbao, admitiu mais tarde que a especulação sobre um vírus semelhante à SARS era forte nos círculos médicos no início de janeiro, mas que as detenções dissuadiram muitos, inclusive ele próprio, de falar abertamente a respeito.

    https://www.washingtonpost.com/world/2020/02/01/early-missteps-state-secrecy-china-likely-allowed-coronavirus-spread-farther-faster/

    19. Em fevereiro, dois jornalistas chineses, Fang Bin e Chen Qiushi, desapareceram depois de trabalharem na cobertura do coronavírus em Wuhan e denunciarem as supressões de informações do governo. Qiushi entrou no topo da lista da One Free Press Coalition.

    https://www.bbc.com/news/world-asia-china-51486106

    20. A China só declarou emergência em 20 de janeiro. Quando Wuhan foi isolada três dias depois já era tarde: o vírus estava sendo espalhado por todo país, levado pelos 400 milhões de chineses que se preparavam para viajar para comemorar o Ano Novo Lunar.

    https://en.wikipedia.org/wiki/2020_Hubei_lockdowns

    21. Durante quase 2 meses, enquanto o vírus se alastrava, o Partido Comunista Chinês aprisionou e intimidou médicos e jornalistas, controlou o fluxo de informação, minimizou os riscos do surto, não ampliou leitos de UTI, nem combateu mercados silvestres.

    https://www.nytimes.com/2020/03/14/business/media/coronavirus-china-journalists.html

    22. Xi Jinping, presidente da China, comentou publicamente pela primeira vez sobre a SARS-CoV-2 apenas no dia 20/01, mas já no dia 7/01, 13 dias antes, durante uma reunião do partido, ele admitiu, num discurso interno, conhecimento "do novo coronavírus".

    http://www.qstheory.cn/dukan/qs/2020-02/15/c_1125572832.htm

    23. Nesses 13 dias, enquanto negava o surto, o Partido Comunista organizou duas grandes reuniões em Hubei e reuniu mais de 40 mil famílias num banquete em massa em Wuhan, na tentativa de bater um recorde mundial. Xi Jinping poderia ter evitado a pandemia.

    https://edition.cnn.com/2020/02/17/asia/china-coronavirus-xi-jinping-intl-hnk/index.html

    24. Apenas no dia 4 de fevereiro, assim como com a SARS em 2002, o Partido Comunista Chinês admitiu as "deficiências e dificuldades na resposta à epidemia", e prometeu "melhorar nossas habilidades em lidar com tarefas urgentes e perigosas".

    https://www.bbc.com/news/world-asia-china-51362336

    25. Mesmo dois meses depois do surto começar, depois da OMS pedir repetidamente às autoridades chinesas dados sobre a saúde dos profissionais médicos de Wuhan, o governo chinês ainda tinha dificuldade em ser transparente com a comunidade internacional.

    https://www.washingtonpost.com/world/asia_pacific/world-health-organization-china-not-sharing-data-on-health-care-worker-coronavirus-infections/2020/02/26/28064fda-54e4-11ea-80ce-37a8d4266c09_story.html

    Repetindo as trapalhadas do Politburo soviético no acidente nuclear de Chernobyl, em 1986, o Partido Comunista Chinês é o grande responsável por negligenciar um surto então local, reiteradamente ignorado pelas autoridades, transformando o novo coronavírus numa pandemia global.

    Reprisando os erros da SARS em 2002, a ditadura chinesa deixou o mundo novamente à mercê de seus caprichos, pagando por suas irresponsabilidades, sem nenhuma garantia de que seja capaz de combater exemplarmente novos surtos nos próximos anos, dizimando populações inteiras.

    E é exatamente por isso que a culpa pelo novo coronavírus tem nome e sobrenome, e que é tão importante responsabilizar os autores políticos dessa pandemia.

    Inúmeras pessoas inocentes morrerão nas próximas semanas graças à ineficiência de uma ditadura.

    A História será implacável.

    https://twitter.com/rodrigodasilva?ref_src=twsrc%5Egoogle%7Ctwcamp%5Eserp%7Ctwgr%5Eauthor

    12
    • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

      Coronavírus: morte de médico chinês que havia tentado avisar sobre vírus causa revolta e protestos na China...

      https://noticias.r7.com/saude/coronavirus-morte-de-medico-que-havia-tentado-avisar-sobre-virus-causa-revolta-e-protestos-na-china-07022020

      2
    • Andre de Quadros Não-Me-Toque - RS

      Tudo porque o Trump se meteu com esse negócio de "TARIFAS"....

      11
    • CESAR AUGUSTO SCHMITT Maringá - PR

      A China faz o veneno e o antidoto. Espalha o veneno e guarda o antidoto. Não há mais infecções na China. Estranho...

      2
  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    Ele não mentiu... a ditadura comunista chinesa realmente ocultou o problema e isso está sendo divulgado em diversas fontes. O paralelo com Chernobyl é pertinente, a ditadura soviética ocultou o problema ate não ter mais jeito.... O prefeito de Wuhan ja adimitiu culpa de ter escondido informações: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/prefeito-de-wuhan-admite-ter-omitido-informacoes-sobre-coronavirus-oferece-renuncia-24213420

    13
    • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

      Esse prefeito parece mais um daqueles inúmeros casos de bois de piranha de ditaduras comunistas, isso é histórico.

      4
  • Elton Szweryda Santos Hortolândia - SP

    Votei no Eduardo Bolsonaro e votaria de novo, ele falou da ditadura chinesa, não do povo chinês, ele me representa bem como o presidente Bolsonaro... Ele falou o que todos nós queremos dizer!!! (ou então é tudo pelo dinheiro?)...

    21
    • Walney Aguiar Paiva Montes Claros - MG

      Um povo que ao entrarmos nas suas lojas no Brasil, começam a falar em mandarin para não entendermos, merece confiança ? Isso é só um pequeno exemplo.

      12
    • Elton Szweryda Santos Hortolândia - SP

      O governo chinês é igual a petista, gostam de ditaduras

      13
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    E aqui nós temos a história de Taiwan, país oprimido pela China e de como ela se livrou da epidemia a tempo, por ter desconfiado e mandado pessoas até o foco de onde saiu o virus chines....https://brasilsemmedo.com/a-vitoria-de-taiwan-contra-o-virus-chines/

    11
  • Valdemir Santos

    Se esses idiotas querem criticar ditaduras, critiquem a ditadura sanguinária da Arábia Saudita, onde Bolsonaro foi e só faltou trocar beijinhos com o príncipe esquartejador. Gente bem hipócrita! Agora, ao contrário do que disse o comentarista, não acho que Bolsonaro vá sair desse melhor do que entrou. Por mais fanáticos e idiotizados que sejam os seus eleitores, quando começarem a morrer as pessoas da sua família pelo Coronavírus, aí eles vão se convencer de que elegeram o rei dos idiotas.

    52
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Por isso sou anti comunista, vejam só o ódio dessas pessoas, torcendo pela morte dos brasileiros numa tentativa patética de voltarem ao poder.

      15
    • Elton Szweryda Santos Hortolândia - SP

      Um petista chamando alguem de idiota? Achei que já havia visto de tudo, mas...

      11
    • Rafael Antonio Tauffer Passo Fundo - RS

      Nós, eleitores do Bolsonaro, somos fanáticos, idiotas e tudo mais ... mas quem vota em ladrão o que é?

      9
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Eu explico João Batista e Fernando Pinheiro Pedro: nós defendemos o direito do deputado Eduardo Bolsonaro expressar sua opinião, às vezes concordamos e outras não. Acontece que o partidarismo mercantilista quer impor uma visão de mundo. Todos podem falar o que querem contra o presidente, e voces sabem disso, mesmo que mentiras, e isso é do jogo democrático,...até o momento que abrimos a boca, aí já não dá, tem que mandar calar a boca, como se um reles diplomata chines tivesse poder para calar um deputado federal eleito pelo voto. Aqui não é a China onde prenderam o médico que denunciou o acobertamento do virus chines, foi preso e morreu na cadeia. Aqui não, violão. A resposta do nosso ministro já foi dada, quer retratação por uma reação desproporcional e indigna de um diplomata. Eduardo é um politico. É isso, toda hora nos mandam calar a boca, e não vamos calar. O virus chines surgiu na China, e o partido comunista escondeu o fato, ... então Eduardo não mentiu, e vamos continuar falando a verdade. Eu não ia publicar isso, mas as vias de contaminação não são só a Ásia e Europa, podem ver aqui, atualizado on line...https://infographics.channelnewsasia.com/covid-19/map.html

    20
    • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

      Perfeito Rodrigo, postei acima uma lista com fontes em ordem cronológica para que todos possam ter acesso aos fatos, Eduardo foi certeiro ao divulgar isso.

      15
  • Vladimir zacharias Indaiatuba - SP

    A MOSCA DO PODER TAMBÉM MATA... Antes que venham com qualquer argumento basta ver nas minhas publicações nesse fórum para avaliar o quanto tenho elogiado e apoiado as ações desse governo.

    Entretanto, a título de advertência, chamo atenção para quantas vezes na historia do mundo pôde se ver governantes, chefes, políticos, patrões, autoridades variadas perderem a sensibilidade inebriados pelo poder e encantados pelo canto de sereia dos puxa sacos de plantão.

    Com tristeza desconfio que isso pode estar ocorrendo com o nosso Presidente.

    Como não perceber que os ventos estavam virando e de uma forma ambígua e errática agir com relação às últimas extemporâneas manifestações dando "milho para os bodes da Globo, Centrão, oposição..."

    A situação estava se deteriorando, e as pessoas com temor ao desconhecido a última coisa que queriam era ouvir bravatas. Só não percebe quem não quer!

    Como naquele ditado "em briga de touro bezerro não entra" agora vem esse rapazinho filho do presidente fustigar um leão ferido como a China em ação típica de quem acha que tem um poder que está longe de ter.

    Todos tem o direito de pensar tudo porém tem hora e lugar para se manifestar.

    É inaceitável por em risco uma relação de cliente fornecedor que os chineses tão bem sabem aproveitar para agradar ou imitar o outro Leão chamado Trump.

    O que eu, você que me lê ou milhões de brasileiros ganham com isso? Vamos vender mais carne, soja, minério,,,

    Reitero, cuidado Bolsonaro. Se você se der ao luxo de observar a história verá que o povo busca sempre um culpado pelas pragas e mazelas, Veja a Inquisição,

    Ainda dá tempo de concertar

    12
    • HAROLDO TAVARES ELIAS Florianópolis - SC

      Visão mais sensata apresentada aqui foi a última do Vladimir, precisamos nestes momentos de incertezas e conturbados de um estadista no comando...

      7