Congresso da Soja analisa a nova tecnologia RNAi que modifica ação dos insetos

Publicado em 19/06/2015 10:16
VII Congresso Brasileiro da Soja acontece na próxima semana em SC e discute as perspectivas de mercado e tecnologia para o setor. Entre os destaques sobre as novas tecnologia está o estudo sobre uma atuação no RNAi de insetos que são pragas para a cultura como uma nova forma de combatê-las. Evento é realizado pela Embrapa em parceria, neste ano, com o Mercosoja.

De 22 a 25 de junho de 2015, será realizado em Florianópolis, Santa Catarina, o VII Congresso Brasileiro de Soja (VII CBSoja) com realização da Embrapa Soja.

Com o tema "Tecnologia e mercado global: perspectivas para a soja", o evento trará importantes nomes da pesquisa e do agronegócio brasileiro e internacional para debater os desafios atuais e as perspectivas de um dos principais segmentos da agricultura brasileira e mundial.

Segundo Alexandre Nepomuceno, presidente do Congresso Brasileiro de Soja, a oleaginosas tem sido "carro chefe" do agronegócio brasileiro e "a cada seis anos o Congresso acontece de forma conjunta com o Mercosoja, onde tem a participação de países como Argentina, Paraguai, Bolívia e Uruguai", conta.

Mais de 50% da soja produzida no mundo é proveniente desses cinco países, por isso a importância de buscar informações e soluções conjuntas para o setor. "A programação está bastante ampla para cobrir todos os aspectos da produção de soja no Brasil e do Mercosul", declara Nepomuceno.

Entre os assuntos discutidos está o debate sobre os desafios das mudanças climáticas na produção do grão, produção de sementes de soja no Brasil, perspectivas do Mercosul no mercado global de soja, a soja de 2ª Safra, novas tecnologias, entre outras palestras e painéis.

"Estamos trazendo para o Congresso, alguns especialistas do mundo que vão apresentar tecnologia, como a do RNAi, que tem o potencial no médio e longo prazo de acabar com a utilização de agrotóxico e defensivos agrícolas nas lavouras", explica Nepomuceno.

O RNA de interferência é uma metodologia que desabilita genes específicos de um determinado organismo vivo e possibilita a interferência na praga e não mais nas plantas. Essa tecnologia vem sendo debatida em longa escala, "pois tem um grande potencial para alterar muitos paradigmas no futuro", declara.

As inscrições para o evento podem ser feitas até o dia do evento, e para mais informações acesse: www.cbsoja.com.br

Tags:
Por:
Carla Mendes e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário