Plantas daninhas, fungos e pragas estão cada vez mais resistentes. Combate depende da integração de boas práticas de manejo e do uso correto dos inseticidas, herbicidas e fungicidas

Publicado em 24/06/2015 10:38 e atualizado em 24/06/2015 17:38 360 exibições
VII CBSoja: Plantas daninhas, fungos e pragas estão cada vez mais resistentes. Combate, controle e prevenção dependem da integração de boas práticas de manejo e do uso correto dos inseticidas, herbicidas e fungicidas. A agricultura precisa se desenvolver e continuar de forma mais "sábia", afirma engenheiro agrônomo.

Com a resistência cada vez mais presente em fungos, pragas e plantas daninhas, a integração de boas práticas de manejo e o uso correto de inseticidas, herbicidas e fungicidas é essencial para reduzir os casos de resistências nas lavouras.

Esse assunto foi amplamente discutido durante o VII Congresso Brasileiro de Soja, realizando dos dias 22 a 25 de junho, em Florianópolis, Santa Catarina. Recentemente a principal planta daninha dos algodoais nos Estados Unidos, com o nome científico de Amaranthus palmeri, foi identificada em lavouras da região Centro-Norte, que abrange os municípios de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Santa Rita do Trivelato e Tapurah, em Mato Grosso.

De acordo com o engenheiro agrônomo, Dirceu Gasen, quando a casos de resistência "a primeira pergunta sempre é, o que aplicar, e pouco fazemos do ponto de vista de manejo no sistema", explica. Seria necessário o incentivo de práticas como a rotação de cultura, a cobertura de solo no período de outono/inverno, para que haja a supressão de plantas daninhas, o estimulo da atividade biológica e o controle natural das pragas.

A resistência da ferrugem asiática da soja também tem sido uma grande preocupação dos produtores. A utilização de fungicidas com ação multissítio, ou conhecidos como fungicidas protetores, é uma alternativa que pode trazer benefícios se combinados com boas técnicas de manejo. "A volta dos fungicidas protetores mostra a dificuldade que estamos vivendo com o uso dos fungicidas tradicionais", declara Gasen.

Tags:
Por:
Carla Mendes e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário